As pessoas realmente entendem o que você quer dizer? 7 sinais de que sua fala não é bem compreendida

Olá, Speaker!

Você já se perguntou se as pessoas realmente entendem o que você quer dizer? Ser mal compreendido pode trazer problemas enormes para o dia a dia profissional e pessoal.

A comunicação não é apenas aquilo que você diz, mas, sim, o que o outro entende.

Por essa razão, é importante prestar atenção em alguns sinais que acendem o alerta: você pode não ser compreendido da forma como pensa que é.

Quais sinais são esses? E como fazer com que sua mensagem seja compreendida como você quer? Veja a seguir, na nossa conversa de hoje!

Boa leitura!

7 sinais de que as pessoas não entendem o que você quer dizer

Quando o assunto é comunicação interpessoal, é interessante prestar atenção nos nossos diálogos cotidianos, reuniões, negociações e outros momentos para verificar se realmente nos expressamos com clareza.

Não são raras as vezes em que as pessoas pensam ser compreendidas, quando, na verdade, não o são. Há alguns sinais que mostram que isso pode estar acontecendo com você. São eles:

1. As pessoas fazem perguntas sobre algo que você já falou

Quem nunca passou por essa situação que atire a primeira pedra. Não são raras as vezes em que temos que repetir uma informação da qual já falamos, seja no ambiente corporativo ou no cotidiano pessoal.

Uma das grandes razões para isso é o fato de que, a cada dia, as pessoas tendem a ouvir menos. Contudo, se isso acontece com você frequentemente, pode ser um sinal claro de que sua comunicação está com problemas.

Quando não sabemos como nos comunicar, até mesmo diálogos simples se tornam difíceis de serem compreendidos. Preste atenção e veja se esse é o seu caso: se for, é provável que você tenha dificuldades para organizar a sua fala.

2. Frequentemente, você se encontra em algum mal entendido

“Mas não foi isso que eu quis dizer!”.

Você usa essa frase com frequência? Então, atenção: pode ser que o problema não está nos outros, mas na maneira como você se expressa. Afinal, um dos sinais claros de que os outros não nos entendem são, justamente, os chamados mal-entendidos.

Ter a fala interpretada de uma maneira equivocada pode acarretar em uma série de problemas, principalmente para quem ocupa cargos de liderança e está em situações de maior evidência.

Mas a regra não vale só para esses profissionais: é preciso praticar a assertividade, independentemente do seu cargo, área ou profissão. Quanto mais direta e clara for sua fala, menos chances terá de ser mal interpretada.

3. Você não tem se saído bem em entrevistas ou negociações

A comunicação é uma das soft skills. Isso significa que ela é uma habilidade que se relaciona diretamente à inteligência emocional. Por essa razão, tem sido uma das mais requisitadas e valorizadas pelo mercado.

Você pode ter um currículo excelente, mas, se não souber se comunicar, provavelmente terá dificuldades para ascender profissionalmente: seja para conseguir uma vaga, uma promoção ou para fechar contratos e projetos no seu trabalho.

Logo, um dos sinais aos quais você precisa manter a atenção é: você consegue ter uma boa performance em entrevistas ou negociações? Caso não, isso deve estar ligado a um problema na sua comunicação.

4. As pessoas não respondem as suas perguntas em reuniões

Fazer perguntas na reunião – seja ela online ou presencial – e não obter nenhuma resposta pode ser embaraçoso. Quando isso acontece, há alguns motivos principais:

– As pessoas não estão prestando atenção em você

– Você não deixou suficientemente claro para quem direciona a pergunta

– As pessoas não entenderam seus questionamentos

A terceira razão é uma das mais comuns. Como alguém irá responder sem compreender bem o que foi perguntado? Reflita, procure identificar a maneira como faz suas perguntas e se há um problema nessa forma.

Lembre-se de que as perguntas devem ser curtas, diretas e direcionadas a uma pessoa ou a um grupo de pessoas específico, ok?

5. Você se sente frustrado depois de uma apresentação

A maneira como você se sente depois de uma situação de exposição de fala é um excelente termômetro quanto à sua comunicação. Geralmente, quando logramos transmitir tudo que queríamos, sentimos bem-estar, alegria.

Caso contrário, se há uma sensação de frustração, é porque nem tudo saiu como desejávamos ou como havíamos planejado. Nesse caso, pode ser que as pessoas não entenderam o que dissemos.

Pense em suas últimas apresentações: houve interação do público? A audiência emitiu os sinais esperados: sorriu quando era para sorrir, se surpreendeu quando era para se surpreender? Não? Então, é provável que sua fala não tenha sido bem compreendida.

6. As pessoas não te escutam com atenção

Como eu disse antes, vivemos em um período onde escutar verdadeiramente parece ser algo cada vez mais raro. São muitas distrações, muita pressa. Mas nem sempre o problema são as notificações do celular ou a falta de interesse.

Em muitos casos, as pessoas param de te escutar porque não entendem o que você diz ou sentem que devem fazer um esforço muito grande para compreender a sua fala. E já não há tanta paciência para isso.

Queremos informações rápidas, bem apresentadas, interessantes. Desse modo, se você sente que as pessoas não te escutam (e que isso é algo frequente), é um sinal de que falta organizar melhor a sua fala e torná-la mais atrativa.

7. Você tem dificuldades em transmitir uma mensagem de forma breve

A dificuldade de ir “direto ao ponto”, como se costuma dizer, é outro sinal a levar em consideração. Se você precisa de muitos rodeios para transmitir uma mensagem, é provável que as pessoas não compreendam facilmente o que diz.

Falar muito não é sinônimo de falar bem. O falar bem está muito mais ligado à assertividade do que a quanto você fala, à duração da sua apresentação ou discurso. Pense nisso!

 

Para impulsionar a forma como você se comunica, considere um treinamento em oratória. Saiba mais entrando em contato com a minha equipe!