Clubhouse: como aprimorar sua expressão vocal para a nova rede? 6 passos fundamentais

Oi, Speaker!

Você já faz parte do Clubhouse? Nas últimas semanas, essa rede passou por um verdadeiro boom: quem ainda não conseguiu convite não vê a hora de entrar para a comunidade dos áudios.

O crescimento foi tanto e tão rápido que o Clubhouse já vem sendo usado profissionalmente: como canal de comunicação dentro das empresas, como forma de ganhar dinheiro e também como um meio de acentuar o network.

No Clubhouse, a expressão vocal é determinante, já que, nessa rede, a comunicação se dá somente através da voz, dos áudios enviados em grupos e salas de bate-papo.

Pensando nisso, e sabendo que lidar com o Clubhouse será um requisito em breve, separei o que considero como 6 passos fundamentais para aprimorar a sua expressão vocal. Veja a seguir!

1. Saiba o que é dar energia à voz

Quando conversamos presencialmente ou através de redes sociais que permitem o envio de vídeos, temos uma possibilidade a mais: a de usar a nossa linguagem não-verbal para potencializar a nossa mensagem.

No Clubhouse, isso não é possível. Nada de expressões faciais, gestos, postura… Aqui, sua única aliada será a sua voz! Mas isso está longe de ser um problema: pense nos rádios, podcasts. Pensou? Neles, a voz também é a única protagonista.

Para reter a atenção das pessoas, é preciso, portanto, saber dar energia à sua voz, conhecendo as principais ferramentas que ela possui e utilizando seus recursos nos momentos adequados.

2. Identifique o momento certo de falar

Em uma reunião presencial, não é difícil identificar quando é o melhor momento para falar, certo? Percebemos os sinais das outras pessoas e, a partir deles, sabemos se vamos ou não interromper alguém.

Já na nova rede social, isto é, no Clubhouse, o desafio é bem maior. Justamente por não termos acesso à linguagem não-verbal dos demais, se torna bem mais difícil saber quando a palavra é nossa ou não é.

Para identificar esse timing, é importante prestar atenção na maneira como os outros usam a voz, na respiração, nas pausas. Praticar a escuta ativa também é essencial.

3. Aprenda a usar pausas estrategicamente

Os silêncios são indispensáveis na expressão vocal: vale tanto para o Clubhouse quanto para outras redes ou no dia a dia. As pausas cumprem diversas funções, como, por exemplo:

– Indicam que algo importante está por ser dito

– Aumentam o nível de emoção em determinado trecho

– Funcionam como divisores entre um tópico e outro

– São recursos para organizarmos nosso pensamento antes de abordar algo novo

Quando você estiver praticando o seu conteúdo para o Clubhouse, pratique também os momentos nos quais usará as pausas. Pense em quanto tempo elas durarão e garanta um equilíbrio entre fala e silêncios.

4. Encontre um ritmo de fala confortável (e autêntico)

Um ritmo de fala acelerado é prejudicial em qualquer contexto. No Clubhouse, isso se acentua ainda mais. Falar de uma forma exageradamente rápida dificulta o entendimento da sua mensagem.

Por outro lado, um ritmo de fala muito lento também não é o indicado. Ao usar uma velocidade muito baixa, você pode perder a atenção das pessoas, já que, hoje, a comunicação pede um dinamismo muito grande.

Se você terá um evento importante no Clubhouse, grave-se. Tente identificar se seu ritmo é confortável para você e também para a sua audiência. Se possível, conte com o feedback de alguém!

5. Adapte a sua mensagem

Os canais de comunicação são diversos e distintos, não é? Então, por que a maneira como transmitimos a nossa mensagem seria a mesma? Desse modo, saber adaptar sua mensagem é um dos passos que considero essenciais.

No Clubhouse, opte por:

– Frases curtas

– Linguagem acessível

– Tempo reduzido de fala

Essas características são mais compatíveis com o formato da nova rede e dos áudios de maneira geral. Uma fala excessivamente longa, com muito tecnicismo e frases extensas, dificilmente será bem aceita nesse ambiente, ok?

6. Aprenda a ser o anfitrião

No Clubhouse, há algumas ferramentas bem interessantes. Uma delas é a de produzir eventos (por áudio) que serão organizados por um anfitrião. Logo, se você quer fazer parte da nova rede, também é importante dominar essa habilidade!

Alguns cuidados para anfitriões no Clubhouse são:

– Chamar as pessoas pelo nome

– Evitar o monopólio da palavra para uma pessoa ou grupo

– Conseguir dinamizar o evento

Seja você o anfitrião ou não, ter um bom microfone e um ambiente sem ruídos e interrupções também será fundamental, ok?

Clubhouse e o aumento das buscas por “falar em público”: entenda!

As buscas por “falar em público” no Google tiveram um aumento de 60% nas últimas semanas, ao mesmo tempo em que o Clubhouse viralizou e passou a ser uma ferramenta importante para as pessoas, tanto social quanto profissionalmente.

Será coincidência? De maneira nenhuma. As redes sociais, incluindo o Clubhouse, vêm acentuando uma tendência: a comunicação é uma das habilidades mais importantes e relevantes hoje em dia.

Cada vez que surge uma nova rede, com demandas específicas, os profissionais percebem o quanto precisam investir nas competências ligadas à comunicação e à oratória. Logo, esse aumento nas buscas por “falar em público” não é ao acaso.

É preciso destacar, ainda, que falar em público adquiriu novos sentidos. Não se trata apenas de subir em um palco e discursar para centenas de pessoas presencialmente! Agora, falar em público também é saber fazer isso no ambiente online, no digital.

Conheça a The Speaker!

A comunicação se transforma rapidamente. O Clubhouse é um bom exemplo disso! Se você fez um treinamento em oratória anos atrás, é bem provável que o que aprendeu já tenha se tornado ultrapassado.

A melhor maneira de estar em dia com essa habilidade é o aprimoramento constante e ao lado de profissionais que estão atentos a todas as transformações do mundo contemporâneo. Na The Speaker, somos assim!

Para conhecer nossas soluções e se preparar para situações de exposição de fala, seja no Clubhouse ou em qualquer outro meio, é só entrar em contato com a gente! Ficaremos felizes em ajudar você a chegar à sua melhor expressão!