Como melhorar o discurso em apresentações?

Falar em público é um verdadeiro desafio para muitas pessoas. De acordo com as estimativas, cerca de 60% das pessoas têm medo de falar diante de uma plateia. Felizmente com muito treino e a adoção de algumas técnicas é possível destravar, melhorar o discurso em apresentações e conseguir transmitir sua mensagem com clareza, eloquência e objetividade.

Por muito tempo as pessoas acreditavam que ter uma oratória era uma questão de dom, algo nato. Porém, a oratória, assim como qualquer outra habilidade comunicativa, é uma ferramenta que pode ser desenvolvida e aprimorada com muito estudo, dedicação e a aplicação de algumas técnicas.

Quer saber algumas técnicas para melhorar o discurso em apresentações e também melhorar a sua oratória? Preparamos um artigo sobre o tema. Continue a leitura!

Melhorar o discurso em apresentações: por que a oratória é importante?

Em primeiro lugar, é necessário esclarecer o que é a oratória e por que ela é importante. De forma resumida, é o conjunto de técnicas para falar em público de forma convincente, clara, objetiva e inspiradora.

Porém, ao contrário do que muitos imaginam, ela não é importante apenas para quem precisa fazer apresentações no seu cotidiano como profissional, como é o caso de profissões como jornalistas, publicitários, advogados e muitos outros.

Ter uma boa oratória é importante para conseguir transmitir suas ideias com clareza, de forma segura e assertiva. É saber “vender o seu peixe”. Essa habilidade comunicativa está ganhando espaço e vem se tornando cada vez mais importante, não só no meio profissional, mas em todas as áreas da vida.

Uma pessoa que não desenvolveu essa habilidade e não sabe se comunicar bem acaba passando uma imagem insegura, despreparada, sem credibilidade. Por essa razão, muitas pessoas extremamente inteligentes e capazes acabam não conseguindo aquela vaga de emprego ou até mesmo possuem dificuldade no relacionamento interpessoal.

Ter uma boa oratória faz toda a diferença na hora de ministrar uma aula, apresentar um seminário, defender uma ideia, fazer uma negociação, fazer uma venda e muitas outras ocasiões. Em toda situação em que é necessário transmitir uma mensagem, ela é bem-vinda.

Como melhorar o discurso em apresentações?

Fazer uma boa apresentação é um desafio e tanto para muitas pessoas. Nessas horas, o medo de falar em público e a falta de técnicas adequadas podem arruinar o que poderia ser um belo discurso. Felizmente, a história pode ser diferente. A adoção de algumas atitudes pode fazer com que uma apresentação melhore e muito.

Contudo, vale ressaltar que ninguém perde o medo de falar em público e consegue fazer uma boa apresentação para um público enorme assim, da noite para o dia. Para melhorar o discurso em apresentações é necessário muito esforço e treino. A adoção de algumas técnicas pode facilitar bastante também.

Conhecer o seu público

Uma das primeiras coisas a ter em mente antes de preparar uma apresentação é o público para o qual ela vai ser apresentada. É um público mais formal ou mais informal? Qual o nível de conhecimento que eles têm sobre o tema que vai ser apresentado? O que eles esperam com a sua apresentação?

Ao conhecer de verdade o seu público será possível elaborar uma apresentação voltada às necessidades dele. Também será possível adequar a linguagem, o vocabulário e até mesmo as vestimentas. Quando isso não é feito, o público acaba não se identificando com o discurso e dificilmente o orador consegue alcançar os resultados desejados.

Planejar a apresentação

Mesmo quando o orador conhece a fundo o tema que vai ser apresentado, ainda é importante planejar o que vai falar. É necessário adequar o discurso ao público, trazer temas relevantes à apresentação. Além disso, fazer anotações e mapas mentais são boas estratégias também. E, é claro, estudar sobre o tema que vai ser apresentado.

Conhecer o assunto

Um dos maiores erros que podem ser cometidos por um orador durante uma apresentação é não conhecer a fundo o assunto que vai ser tratado. Isso faz com que ele fique nervoso e não saiba conduzir a apresentação. Conhecer o assunto traz mais confiança, segurança e credibilidade ao orador.

Treinar a fala

Uma das maiores dificuldades de muitos oradores iniciantes é saber como usar a fala. Afinal, não basta simplesmente falar, tem que falar usando o tom de voz correto a entonação correta e ainda tomar cuidado com a forma que as palavras serão pronunciadas. Devido ao nervosismo, muitos acabam falando rápido demais, o que atrapalha a compreensão.

Uma boa maneira de contornar esse problema é através de exercícios como os de respiração, treinar o discurso em voz alta na frente do espelho ou até mesmo diante de algum familiar ou amigo de confiança.

O que não fazer durante uma apresentação?

Fazer uma boa apresentação requer preparação, treino e muito estudo. Mas também é preciso se atentar para algumas atitudes que acabam atrapalhando o desempenho do orador e também o público e, por isso, devem ser evitadas.

Um exemplo muito comum de atitude que deve ser evitada pelo orador é ficar parado durante toda a apresentação. Isso demonstra insegurança e nervosismo. O melhor é agir naturalmente, movimentar os braços sutilmente, dar alguns passos. Assim, é melhor tanto para o público quanto para o orador.

Também é importante se atentar aos movimentos involuntários ou excessivos. O excesso de movimentos também é prejudicial ao orador e ao público. Gestos exagerados, tiques, estalos de dedos e outros exemplos também devem ser evitados.

Uma boa apresentação é aquela que vai direto ao ponto e segue um raciocínio linear, do contrário, o público logo perde a concentração. Por isso, é importante evitar perder tempo comentando sobre assuntos irrelevantes.

Outro erro muito cometido principalmente por oradores iniciantes é não interagir com a plateia. Ao interagir com o público, o orador faz com que ele faça parte da apresentação, o que torna o discurso mais dinâmico e interessante além de fazer com que o clima fique bem mais descontraído.

Perguntas, exercícios e até mesmo uma pequena dose de humor são muito bem-vindos em uma apresentação.