Como prender a atenção do nosso público durante toda a apresentação?

Speakers! Como vocês estão?

Vocês sabiam que a atenção das pessoas começa a diminuir consideravelmente depois dos primeiros 18 minutos de uma apresentação? É isso mesmo, amigos! Um orador tem pouco tempo para conquistar os seus ouvintes e garantir que todos escutem o que ele veio dizer.

Pensando nisso, nossa conversa de hoje é sobre como conseguir a atenção do público durante toda a apresentação. O americano David S. Rose é palestrante e trabalha orientando comunicadores do mercado financeiro (se você quiser dicas específicas sobre esse assunto, dê uma conferida na nossa conversa sobre comunicação para mercado financeiro).

As técnicas de David Rose podem ser usadas em qualquer tipo de apresentação. Separamos essas dicas em dois blocos: o que FAZER e o que NÃO FAZER quando falamos em público. Preparados para esse desafio? Então vamos lá!

O que fazer para que o público preste atenção na minha fala?

Comece a apresentação de forma interessante

Nas palavras de David Rose, inicie a sua apresentação “como um foguete”. O objetivo é prender a atenção do seu público logo nos primeiros 30 segundos de conversa. Para isso, é necessário um começo interessante, que desperte curiosidade nas pessoas.

A intenção é que todos pensem “O que será que vem depois disso?”. Para entender o que estamos dizendo, pense nesses segundos iniciais como um episódio piloto da sua série favorita. Se esse episódio foi bom, você provavelmente não conseguirá esperar muito para assistir ao segundo, certo?

Da mesma forma, se os “segundos pilotos” da sua apresentação foram bons, as chances de que você tenha a atenção do seu público daí em diante é muito maior.

Use progressão lógica

David Rose compara uma apresentação a uma escada bem comprida. Quando usamos progressão lógica, subimos degrau por degrau, garantindo que o público entenda o que estamos falando e se interesse pela nossa mensagem.

Do contrário, se estamos perdidos na nossa fala, é como se essa escada estivesse sem alguns degraus, o que, provavelmente, faria com que os ouvintes desistissem de subir e pensassem em outra coisa. Resumindo: mantenha seu raciocínio e fale com clareza. Isso mostra segurança e faz a sua apresentação ser mais atrativa. Certo?

Fale sobre assuntos que as pessoas entenderão

Não adianta usar palavras muito difíceis ou falar de temas que ninguém conhece. Isso, além de fazer mal para a sua imagem, faz com que as pessoas se distraiam e percam interesse no seu discurso.

Se você precisa falar sobre algo que não é muito conhecido, explique-se antes. Seja paciente com os seus ouvintes. Afinal, é você quem deseja se ouvido – e não o contrário, certo?

Traga opiniões de outras pessoas

Vamos imaginar a seguinte situação: você precisa vender um determinado produto, então precisa convencer o seu público sobre a qualidade desse produto, não é mesmo? Para isso, mostrar outras opiniões é muito valioso. Opiniões de especialistas e que, diferente de você, são imparciais.

Seja positivo, mas sem exagerar

Você conhece alguém muito negativo? Se sim, sabe que, às vezes, é difícil prestar atenção em tudo que essa pessoa fala, não é verdade? Discursos muito negativos são monótonos e raramente prendem a atenção do público.

Portanto, Speaker, seja otimista. Fale sobre o futuro e sobre mudanças positivas. Espalhe a esperança! Tudo isso sem exagerar, ok? Você pode dizer que o seu produto fará com que a empresa produza de forma melhor, mas, se disser que ele fará com que a empresa seja absolutamente perfeita, todos saberão que é um exagero.

O que NÃO FAZER  durante a minha apresentação?

Existem atitudes que devemos evitar quando falamos em público. David Rose selecionou cinco “coisas para fugir” durante uma apresentação. São elas:

Falar mentiras

Nunca, em hipótese alguma, minta para o seu público, Speaker. Falar inverdades faz mal à sua reputação. O público presta atenção porque confia no palestrante. Se essa confiança é ameaçada de alguma maneira, as pessoas não terão motivos para escutar o que temos a dizer. Ninguém presta atenção em alguém sem credibilidade, está bem?

Apresentar slides com erros de formatação ou de gramática

Pode parecer apenas um detalhe para alguns, mas erros nos slides prejudicam muito uma apresentação. Quando você apresenta um slide com erros, o seu público pensa mais ou menos assim: “Se essa pessoa não se esforçou na hora de montar slides, por que devo acreditar que se esforçou na hora de planejar o conteúdo?”.

Usar parágrafos muito longos em slides

Essa é uma atitude para evitar ao máximo, Speakers. O uso de slides é um pouco polêmico e tem prós e contras. Se você decidiu usá-los, dê preferência para marcadores simples. Uma boa dica é mostrar apenas os títulos de cada tema. Dessa forma, você não se perde, mas não dá nenhum “spoiler” sobre o conteúdo, prendendo a atenção do público.

Outra opção bastante útil é criar slides apenas com imagens. Essa técnica é usada por Steve Jobs e outros grandes comunicadores.

Essas são algumas das falhas comuns na hora de se apresentar em público. Se você ficou curioso e quer conhecer outras atitudes que devemos evitar, relembre nossa conversa sobre erros comuns em apresentações.

Agora, já sabemos o que fazer e o que evitar numa apresentação, não é mesmo, Speaker? Lembre-se: falar em público é algo que se aprende e se aperfeiçoa. Conhecer as dicas de palestrantes como David Rosa ajuda (e muito!) a ser um bom comunicador.

Se você quer aprender outras dicas e estudar ainda mais, sugerimos que se matricule em um dos nossos cursos de oratória. Nesses cursos, você receberá a orientação necessária para ser um orador de sucesso! Te esperamos!

5 (100%) 12 votes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bitnami