Como escrever e ensaiar um bom discurso?

O fim do ano está chegando e, com ele, vêm as festas da empresa, confraternizações em família, reuniões para avaliar resultados obtidos durante o ano e muitos outros eventos que podem demandar um discurso.

No âmbito profissional, fazer um discurso é uma ótima oportunidade, especialmente para os gestores. Saber utilizar esses momentos de final de ciclo é importante para fortalecer vínculos, traçar novas metas e começar a preparar o começo de uma etapa ainda mais positiva.

Bom, pensando em tudo isso, vou fazer uma pergunta: Você dedica tempo suficiente para escrever o seu discurso? E o tempo de prática da sua fala, é o ideal?

Entender como escrever um bom discurso e, mais que isso, como utilizar melhor o seu tempo para ensaiá-lo é importantíssimo para que, no dia da sua fala, você alcance os resultados que deseja e possa inspirar as pessoas com aquilo que diz.

Neste artigo, você pode se informar melhor sobre como preparar um bom discurso e as melhores maneiras para praticá-lo! Vamos lá?

Como preparar um bom discurso?

Discursos são falas relativamente curtas, feitas por alguém que, por diferentes razões, tem o poder de influenciar as pessoas, por líderes de opinião. Por isso, se você foi o escolhido para discursar em uma ocasião, considere algo bastante positivo e se esforce para aproveitar essa oportunidade ao máximo.

Assim sendo, alguns cuidados e passos para preparar um bom discurso são:

Defina o objetivo principal do seu discurso

Antes de começar a escrever a sua fala, é preciso ter bem claro dois aspectos sobre o discurso: o primeiro é o objetivo principal desse discurso e o segundo é o tema central que será abordado (e cujo propósito é o de atingir o objetivo antes definido).

Como orador, é fundamental que você saiba qual é o objetivo principal ao discursar, levando em consideração o público ao qual destina a sua fala e também o contexto da ocasião. Seu objetivo é o de fortalecer um grupo de trabalho, através da emoção? É fazer um balanço dos resultados deste ano que se termina, avaliando rendimentos? É apresentar metas para o ano seguinte?

Somente depois de definir esses aspectos é que se deve começar a escrita de fato. Tendo como base tais definições, é hora de planejar o conteúdo e, mais que isso, a melhor forma de apresentá-lo ao seu público-alvo.

– Organize o seu discurso em tópicos e subtópicos

A organização do seu discurso é o que fará com que ele cumpra os objetivos dos quais falamos anteriormente, sendo compreensível e interessante àqueles que o escutam. Por isso mesmo, na hora de escrever o seu discurso, procure seguir as etapas: primeiro, selecione informações e dados que você deseja abordar. Depois, organize tudo isso em tópicos, de uma forma que cada tópico esteja relacionado aos demais, garantindo uma progressão lógica.

Para organizar a sua fala em tópicos e subtópicos, uma boa técnica é dividi-la em introdução, desenvolvimento e conclusão, atentando-se para as especificidades de cada um desses momentos. Introduções e conclusões são mais emotivas. Por isso, pense em formas envolventes de começar e de terminar o seu discurso. Deixe dados numéricos e temas mais complexos para o desenvolvimento, sempre zelando por uma fala concisa e bem elaborada, ok?

– Dê atenção à linguagem utilizada

Grande parte dos discursos será lida pelo orador. Culturalmente no nosso país, isso é muito comum em discursos corporativos ou em formaturas, por exemplo. Se você seguirá essa tendência, optando por ler a sua fala inteiramente, é indispensável ter cuidado para que a linguagem utilizada por você não seja muito formal e incondizente com a linguagem oral.

O que isso quer dizer? Textos escritos têm particularidades, quando comparados às falas orais. E o seu discurso, mesmo lido, é um texto para ser compartilhado em voz alta. Por isso mesmo, a linguagem utilizada deve estar de acordo com essa característica, aproximando-se do nosso idioma falado, seja qual for o nível de formalidade a ser utilizado.

– Leia o seu discurso com antecedência

Leituras silenciosas e em voz alta são importantes. Nas leituras silenciosas, você pode identificar se há informações faltantes ou desnecessárias, reorganizar trechos que considera confusos e ir lapidando todo o seu discurso para que seja aquele que você quer transmitir aos demais. Dedique um tempo para fazer os ajustes necessários, iniciando as etapas de preparação para o seu discurso com antecedência.

Nas leituras em voz alta, por sua vez, será o momento de identificar vícios de linguagem, como as cacofonias ou repetições excessivas de palavras em frases próximas. Também será hora de pensar no seu ritmo e velocidade de fala, cronometrando o tempo total do seu discurso.

– Pense em sua linguagem não-verbal

Todos os passos anteriores estavam relacionados ao conteúdo. No entanto, é imprescindível também pensar na forma como esse conteúdo será apresentado, já que a importância da dinâmica não-falada é imensa em situações de exposição de fala.

Quando falo em linguagem não-verbal, especificamente em um discurso, me refiro a alguns aspectos, tais como: uso da voz, contato visual com o público (mesmo se você lerá o discurso na íntegra), postura e gesticulação.

Durante seus ensaios, procure pensar nesses quatro aspectos da linguagem não falada, planejando – tanto quanto for possível – o seu comportamento ao discursar, certo? Esse passo impulsionará a sua imagem pessoal, o que consequentemente contribui para um discurso mais inspirador.

– Pratique para amigos, familiares ou para a câmera!

Ouvir a opinião de terceiros é importante. Por isso mesmo, discurse para amigos ou familiares e escute a opinião dessas pessoas. Muitas vezes, o conteúdo da nossa fala não tem a mesma clareza para os outros como tem para nós mesmos. Assim, checar se o conteúdo é compreendido da forma como pensamos passa a ser um cuidado importante.

Se não puder fazer isso, uma opção interessante e eficaz é fazer um vídeo com a câmera do seu celular e assistir a esse material depois, procurando identificar aspectos que podem ser melhorados e aprimorados antes do dia do seu discurso.

 

Com todos esses passos e técnicas, o seu discurso de fim de ano será inesquecível! Boa sorte, Speaker!

Avalie este post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *