Como se comportar no palco durante uma apresentação em público? Será que você está fazendo algo errado?

Olá, Speakers! Tudo bem?

Muitas vezes, as pessoas passam tanto tempo se dedicando a aprender técnicas para planejar o conteúdo da apresentação que acabam deixando de lado alguns cuidados importantes, como, por exemplo, a maneira correta de agir no palco.

Será que existe uma regra para se comportar corretamente no palco durante uma apresentação em público? Vale a pena se locomover no palco ou ficar todo o tempo no mesmo lugar é a melhor opção? Afinal, devemos nos apresentar em pé ou sentados?

Dúvidas como essas são comuns. Se o comunicador deixa para pensar nisso só quando já está em cima do palco, diante da plateia, pode se sentir inseguro e prejudicar a sua fala, mesmo depois de tanta dedicação para elaborar o conteúdo.

Neste artigo, você pode conferir algumas técnicas para utilizar o palco da melhor maneira possível. Além disso, veremos alguns erros comuns e como evitá-los nas mais diversas situações de exposição de fala. Informe-se!

Nas apresentações em público, devo ficar em pé ou sentado?

Quando pensamos na Comunicação, não há muitas regras invariáveis. As técnicas e as decisões do comunicador dependem, em grande parte, do contexto no qual se dará a situação de exposição de fala.

Para decidir entre permanecer de pé ou sentado durante uma apresentação, é preciso, portanto, levar em conta as caraterísticas dessa apresentação, do evento, do público e do próprio comunicador.

Nas apresentações “clássicas”, por assim dizer, o comunicador tem todo um palco à sua disposição, localizado de frente para as pessoas da plateia. Nesses casos, optar por permanecer sentado todo o tempo acaba sendo um desperdício de espaço e, consequentemente, de meios para interagir com o público.

Dessa forma, se for uma alternativa possível, o melhor é optar por utilizar o palco, caminhando e criando mais interação com as pessoas. Assim, a apresentação acaba se tornando mais ativa e mais atrativa e o comunicador transmite a ideia de entusiasmo.

Por outro lado, ficar sentado durante toda a apresentação (ou na maior parte dela), quando há a possibilidade de permanecer de pé e movimentar-se pelo palco, acaba sendo uma decisão que prejudica a performance do comunicador.

Por que isso é assim? Porque essa (aparentemente simples) decisão pode transmitir a errônea imagem de desinteresse, tédio, desânimo. O contrário de tudo o que um comunicador quer transmitir para o seu público numa exposição oral, não é mesmo?

Como usar o palco durante uma apresentação em público – 10 cuidados importantes

Para que uma apresentação em público tenha o sucesso que o comunicador deseja, é preciso preparação. Nas etapas de planejamento, além de dar atenção para o conteúdo da fala, é indispensável pensar em outros aspectos, por exemplo, como se comportar no palco.

Uma ferramenta eficaz, aconselhada por muitos comunicadores de sucesso, é imaginar um círculo no meio do palco, de frente para a plateia. Depois disso, o ideal é se movimentar apenas dentro desse palco, evitando movimentos bruscos.

Separei 10 cuidados para utilizar o palco da melhor forma possível. Vejamos quais são eles:

  1. Evitar andar de um lado para o outro, já que esse movimento, especialmente se feito de forma muito rápida, pode ser incômodo para quem está assistindo;
  2. Optar por movimentos leves, caminhando devagar dentro do círculo imaginário do qual falamos anteriormente, é melhor. Movimentos bruscos prejudicam a performance do comunicador, já que tendem a impactar negativamente na conexão entre ele e seu público;
  3. Não dê as costas para o público. Manter contato visual é um cuidado indispensável;
  4. Evitar sapatos que fazem muito barulho não é algo que se deva subestimar. O barulho desses sapatos pode atrapalhar bastante a apresentação;
  5. Demonstrar que possui o domínio do ambiente é uma forma de transmitir confiança. Ir ao local do evento com antecedência para conhecer o palco é importante!;
  6. Evitar usar a chamada “perna de apoio”, ou, em outras palavras, não apoiar todo o corpo em apenas um dos lados. Uma postura ereta é o ideal;
  7. Permanecer todo o tempo com as mãos no bolso é um erro comum. Esteja atento para não o cometer. O mesmo vale para as mãos na cintura;
  8. Não se apoie na parede! Se lembram da imagem de entusiasmo que o comunicador deve tentar transmitir? Pois bem. Para lográ-la, é importante não permanecer todo o tempo apoiado na parede, na mesa, numa cadeira ou em qualquer outro tipo de superfície ou objeto;
  9. Tampar a boca com as mãos é algo que algumas pessoas fazem involuntariamente quando se sentem nervosas ou tímidas. Nas apresentações, é importante tomar cuidado para não fazer isso, já que, além de prejudicar a imagem que transmitimos, pode também dificultar que o público escute o que estamos dizendo.
  10. Vai descer do palco e caminhar entre as pessoas da plateia? Tenha prudência ao fazer isso, evitando, principalmente, dar as costas para as pessoas e ir muito longe, onde parte do público sinta dificuldades para ver e ouvir o que está sendo dito.

Qual a importância da linguagem corporal numa apresentação?

Tudo o que vimos neste artigo está relacionado com o que chamados de linguagem não-verbal. As expressões faciais, os gestos e a maneira como utilizam o palco dizem muito sobre os comunicadores e podem, inclusive, passar uma mensagem equivocada se utilizados de uma maneira desatenta.

Saber como utilizar a linguagem corporal (e a não verbal como um todo) é uma habilidade importante para todos, especialmente para comunicadores. Para aprimorá-la, o auxílio de profissionais especializados em comunicação e oratória é um diferencial. Por isso, considere fazer um curso de oratória para desenvolver as técnicas e ser um comunicador cada vez melhor!

Clique para dar sua nota!
Avaliações: 1 - Avaliação média: 4

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *