Usando o slider como aliado e não como muleta

Olá, Speakers!

Tudo bem com vocês?

Quando pensamos nas principais dúvidas de quem faz apresentações em público, uma das mais comuns é sobre usar ou não os slides.

Na verdade, o uso dessa ferramenta traz opiniões divergentes, sendo que algumas escolas de oratória desaconselham veementemente apresentações com PowerPoint (PPT) ou outros tipos de programas para a projeção de textos e imagens.

Afinal, usar ou não usar slides em minhas apresentações? São eles estratégias para prender a atenção do público? E, se opto pelos slides, qual a maneira correta de utilizar essa ferramenta durante minha exposição oral?

O post de hoje é sobre esse assunto tão importante para os comunicadores e aqueles que lidam cotidianamente com situações de exposição de fala. Tire todas as suas dúvidas sobre o uso de slides antes da sua próxima apresentação!

Slides: usar ou não usar?

Para tirar essa dúvida, é preciso, antes, entender a enorme importância de nos sentirmos seguros e confiantes durante uma apresentação em público.

Muitas pessoas têm medo de situações de exposição de fala e, por isso, se sentem ansiosas e nervosas quando estão em frente à plateia.

Há uma série de fatores que contribuem significativamente para que esse tal medo de falar em público, que assola a muitas pessoas, diminua. O primeiro deles é, sem dúvidas, estar preparado para apresentações, através de treinamentos com profissionais capacitados em comunicação e oratória.

Outros aspectos estão relacionados ao que se pode ou não fazer para tentar controlar o nervosismo e, para muitas pessoas, os slides são ferramentas eficazes para isso. Afinal, se acontecer algum “branco” (lapso de memória), ter o slide em mãos pode ser um grande diferencial.

Por outro lado, o uso de slides também cumpre outras funções, mesmo se o comunicador não tem medo de falar em público e se sentiria seguro sem essa ferramenta. Isso acontece, por exemplo, quando o conteúdo da exposição oral é muito técnico e os slides podem ser uma forma de mostrar dados e números de uma forma mais assertiva.

“Livia, então devo usar ou não os slides em minhas apresentações?” Depende, Speakers. Se essa ferramenta for importante para a sua apresentação – seja porque você se sentirá mais seguro ou porque o número de dados e informações é alto –, use-a.

Como usar os slides na minha apresentação?

Se você decidir usar os slides durante a sua apresentação em público, é importantíssimo garantir que eles sejam aliados – e não “muletas”. Há uma enorme diferença entre usar o PPT como um complemento ou tê-lo como o que segura a sua apresentação, ok?

Sendo assim, antes de mais nada, tenha em mente que, mesmo se você for usar os slides, é preciso estar informado sobre o assunto da sua fala e continua sendo fundamental praticar a sua apresentação com antecedência.

Bom, alguns cuidados na hora de utilizar os slides são:

  1. Prefira imagens a textos.

As escolas mais modernas de oratória (que seguem as tendências do modelo TEDx) aconselham destinar os slides para o uso de imagens – e não de textos. Uma imagem muitas vezes transmite a mensagem com uma eficácia maior que o texto, já que prende mais a atenção do público. Além disso, por não haver, nesse caso, a necessidade de ler o que está no slide, o público não desvia o olhar do comunicador por muito tempo.

Se você realmente prefere usar textos nos slides, esteja atento para os cuidados dos quais falaremos nos tópicos seguintes.

  1. Evitar sobrecarregar os slides, usando parágrafos muito longos e uma quantidade excessiva de texto.

Na verdade, Speakers, a melhor forma de utilizar o slide como aliado (e não como muleta) é restringir o conteúdo do texto presente nesses slides a títulos, subtítulos ou palavras-chave do tópico que será abordado. Nesse caso, o slide serve como um script, para você e para o público.

Ainda sobre os textos, não use fontes com serifas (aquelas muito rebuscadas e difíceis de ler à distância), nem em tamanhos muito pequenos. Tudo isso distrai as pessoas que estão na plateia, prejudicando a sua apresentação.

  1. Não leia os slides!

Grande parte da polêmica sobre usar ou não slides está relacionada ao fato de que, ao usar essa ferramenta inadequadamente – com grandes quantidades de texto, por exemplo –, o comunicador tender a ler o slide. E isso, Speakers, é um grande equívoco.

Ao ler o que está escrito no slide, toda a naturalidade da performance do comunicador se vai e a apresentação é bastante prejudicada. Interromper o contato visual e demonstrar insegurança em relação ao conteúdo da apresentação são alguns dos problemas consequentes desse hábito.

  1. Pense na estética dos seus slides.

Geralmente, o melhor caminho é deixar para fazer os slides por último, quando o roteiro da sua apresentação já estiver pronto e você já tiver praticado a sua fala algumas vezes. Assim, você identifica o que é melhor inserir nos slides e como essa ferramenta pode impulsionar a sua fala – e não prejudicá-la.

Quando o conteúdo dos seus slides já estiver definido, pense na identidade visual. Dedicar um tempo para aprimorar a estética dos slides é fundamental. Uma boa dica é não usar excessivamente efeitos de transições, já que eles soam muito amadores. Outro aspecto que merece atenção é a necessidade de que seja obedecido um padrão em todos os slides, com harmonia de cores, fontes e tamanhos de fontes.

  1. Esteja atento em relação à parte técnica.

Quando você se planeja para usar os slides, pode ser frustrante caso algum problema técnico o impossibilite de recorrer a esse recurso, não é mesmo? Por isso, para evitar surpresas desagradáveis, não deixe a responsabilidade de checar equipamentos apenas para a organização do evento.

Chegue com antecedência ao local da sua apresentação e verifique se está tudo funcionando direitinho. Além disso, antes do dia do evento, pergunte à equipe da produção se há projetores e notebooks disponíveis ou se você terá que usar o seu.

Evitar qualquer tipo de problemas é um modo eficaz de controlar o nervosismo. Pense nisso!

 

Ainda tem dúvidas sobre o uso de slides? Entre em contato com a gente!

5 (100%) 3 votes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bitnami