Noções básicas de visual para slides: como impulsionar a sua apresentação usando esse tipo de recurso?

Uma das principais dúvidas dos meus clientes aqui na The Speaker é sobre o uso de slides e de programas como o PowerPoint e o Prezi.

Na verdade, se fizermos uma rápida busca na web, poderemos constatar que essa é uma discussão bastante comum quando o assunto é apresentação em público: alguns comunicadores abominam o uso de slides em praticamente todas as situações; outros, por sua vez, consideram que esse recurso é positivo, desde que usado de forma correta.

Afinal, usar ou não os slides? Se sim, quais são as noções básicas de visual para que esse recurso tenha impacto positivo (e não negativo) na minha apresentação?

É sobre isso o nosso artigo de hoje. Se você fará uma apresentação nos próximos dias, não deixe de se informar sobre esse tema!

Usar ou não os slides: eis a questão!

Quando somos os responsáveis por uma apresentação em público ou, em outras palavras, quando exercemos nossa função de comunicadores, temos uma série de decisões a tomar: Qual será o tema e o foco da minha fala? Qual a abordagem se encaixa melhor ao perfil do meu público? Quais serão os recursos que usarei na minha apresentação? Qual a melhor maneira de começar e terminar a minha fala?

Entre essas tantas – e importantes – decisões, está a de usar ou não os slides. Como outros aspectos, optar por inserir ou não esse recurso é uma escolha de cada comunicador. Por isso, não cabe a mim dizer: use ou não use slides.

O que podemos pensar juntos é nas vantagens e desvantagens desse uso. Vamos lá?

Vantagens

O uso de slides traz muitas vantagens. Tanto é assim que esse recurso ainda é MUITO usado em vários tipos de situações de exposição de fala, desde as exposições orais, passando pelas reuniões de trabalho ou mesmo o diálogo com clientes.

Vejamos algumas delas:

– Ajuda a prevenir os chamados “brancos”, ou seja, lapsos de memória em que acabamos nos esquecendo de algum trecho ou informação relevante para a apresentação;

– Ajuda a controlar a ansiedade: por saber que tem o auxílio dos slides, o comunicador acaba se sentindo menos nervoso;

– Captar a atenção do público: quando bem utilizados, os slides também funcionam como ferramentas para captar a atenção das pessoas que estão na plateia;

– Abordar temas muito complexos ou com muitos dados: ajuda a transmitir esses dados de modo mais efetivo e mais fácil de ser compreendido pelo público.

– Desvantagens

As desvantagens dos slides aparecem, sobretudo, quando esse recurso não é usado adequadamente. Entre elas, podemos citar como principais:

– Desviar a atenção do comunicador: o contato visual entre comunicador e público é essencial. Quando os slides estão muito densos, acabam influenciando nesse processo, prejudicando, assim, a performance;

– Desviar a atenção do público: similar ao que falamos no tópico anterior, os slides densos também influenciam na atenção do público, que, por fixar os olhos nos slides, pode deixar de escutar algum dado importante dito pelo comunicador;

– Fazer com que o comunicador deixe de se preparar o suficiente: muitas vezes, como veremos a seguir, o comunicador acaba usando os slides como “muletas”, ou seja, pensa que eles seguram toda a apresentação e, por isso, acredita não ser necessário destinar um tempo para aprimorar e praticar a própria fala.

Noções básicas de visual para slides: como usar adequadamente esse recurso?

Para que as vantagens das quais falamos anteriormente aconteçam de fato, é indispensável que os slides sejam utilizados de forma correta, evitando, assim, alguns erros muito comuns em apresentações.

Listei alguns cuidados (e o que fazer e não fazer) para usar esse recurso da melhor forma. Vejam:

  1. Evitar textos longos

Textos longos em slides? Não!! Mil vezes, não. Os motivos? Vários! Primeiro, ninguém vai ter disposição (ou tempo) para ler textos longos em seus slides, então inseri-los aí será uma perda de tempo e um problema estético para a sua apresentação.

Nos slides, opte apenas por títulos ou palavras-chave para guiarem você e seu público durante a apresentação, dizendo – resumidamente e através de uma ideia central – do que se trata o tópico abordado.

Na verdade, uma das técnicas utilizadas por grandes comunicadores que optam por usar slides é preferir inserir imagens (e não textos). Elas chamam mais atenção e podem expressar melhor o que queremos transmitir.

  1. Atenção redobrada quanto às normas gramaticais

Já imaginou um erro gritante em um dos seus slides? Não pode acontecer, Speakers. Um erro gramatical pode ser interpretado a partir de vários aspectos ruins. O público pode pensar que você não se preparou o suficiente para a sua apresentação, o que certamente ferirá a imagem de confiança que você quer e precisa transmitir para quem está na plateia.

  1. Selecionar informações realmente relevantes

Os slides devem conter apenas o que é realmente relevante para a sua apresentação, caso contrário, eles não seriam necessários, não é verdade?

Já vimos que uma boa ideia é inserir nos slides apenas palavras-chaves e ideias centrais. No entanto, se a sua intenção com os slides é incluir dados, tabelas ou quaisquer informações desse tipo para facilitar o entendimento do assunto em questão, garanta que essas informações são, mesmo, relevantes, certo?

  1. Não ler os slides!

Se você me perguntar quais são os piores erros que um comunicador pode cometer em uma apresentação, ler os slides certamente estará nessa lista. Se você já foi a uma apresentação em que o comunicador decidiu fazer isso, sabe o quanto é entediante e empobrecedor, não é verdade?

Sendo assim, NÃO leia os seus slides. Lembrem-se: eles não estão aí para substituir a sua voz, mas para complementar a sua exposição, tornando-a mais compreensível e interessante.

 

Essas são algumas noções básicas quanto ao uso dos slides. Agora que falamos sobre algumas vantagens e alguns riscos desse recurso, cabe a você decidir se usá-lo ou não! Saber utilizar recursos e aplicar técnicas são algumas das habilidades aprimoradas durante o curso de oratória. Conheça nossas modalidades e encontre a que mais atenda às suas necessidades!