Media training: o que é e quais os benefícios para a sua empresa?

Olá, Speaker!

A comunicação sempre esteve atrelada ao sucesso de grandes marcas. Seja por uma campanha publicitária eficiente, seja por entender bem as dores e desejos do seu público-alvo.

Hoje, no entanto, os desafios de uma empresa são muito maiores no que tange à comunicação. É preciso ter uma boa presença na web e criar alternativas que sejam compatíveis à forma atual de se comunicar e de se relacionar com as pessoas.

Isso acontece porque, agora, o consumidor não procura apenas um produto, mas a experiência que esse produto traz e, ainda, a experiência da compra em si.

Nesse cenário, o media training se tornou determinante. O que ele é, na prática? A preparação de um ou mais profissionais para que representem a empresa, atuando como um porta voz nos diversos meios de comunicação.

Neste artigo, você se informa melhor sobre o media training e seus benefícios para compreender por que é indispensável para a sua marca. Boa leitura!

Media training: o que é?

Media training é a preparação de um ou mais profissionais da empresa para um propósito claro: atuar no diálogo externo, representando a marca nas mais diversas situações e canais de comunicação.

Os profissionais serão treinados, por exemplo, para lidar com a imprensa, interagir nas redes sociais, fazer pronunciamentos oficiais e outros desafios similares a esses. Eles são, portanto, o rosto e a voz da empresa.

Por essa definição, já é perceptível o quanto a atuação desses profissionais é importante, certo? Dela, depende a imagem que uma marca tem junto à mídia, a outras marcas e, claro, aos seus clientes – e público-alvo.

Podemos definir, então, o media training como um treinamento específico e otimizado, direcionado para profissionais que atuam como porta-voz da empresa em canais diversos de comunicação.

O que se aprende em um media training?

Como eu disse, o profissional que tem o desafio de representar a sua empresa carrega consigo a responsabilidade de ser o rosto e a voz dessa marca. A imagem desse profissional estará, então, diretamente atrelada à imagem da empresa.

Qualquer deslize – especialmente em um mundo que vem pregando o “cancelamento” – pode ter consequências sérias. Por isso mesmo, o profissional precisa desenvolver uma série de habilidades, em níveis avançados de comunicação e oratória.

Em um primeiro momento, o profissional precisa aprimorar a sua comunicação interpessoal, lapidando aspectos básicos dos três pilares da oratória: a voz, o corpo e a mensagem. Nesta etapa, ele aprenderá a:

– Dominar a sua expressão vocal para dar energia à voz e utilizá-la como um importante recurso

– Desenvolver a expressão corporal para impulsionar a sua mensagem e evitar ruídos entre o verbal e o não-verbal

– Ter uma fala impactante e assertiva

Esses são aspectos básicos na comunicação daqueles que representam empresas, marcas e corporações. Aliás, são habilidades que devem ser aprimoradas e desenvolvidas por todos, seja qual for o cargo ou profissão.

No media training, é preciso trabalhar também aspectos mais avançados da oratória, principalmente no que diz respeito a lidar com o improviso e à comunicação digital, isto é, à presença na web.

Quanto a isso, no treinamento, devem ser trabalhados:

– A gravação de vídeo e seus aspectos técnicos

– A adaptação à comunicação digital, com atenção ao dinamismo desse formato

– A presença nas redes sociais, com destaque para interações no ao vivo

– O desenvolvimento de estratégias para lidar com o improviso

– A habilidade de participar de debates e responder perguntas

– A capacidade de lidar com diferentes perfis de público, incluindo os “difíceis”

Isso significa, Speaker, que o media training precisa ser um treinamento completo. Afinal, espera-se, dos profissionais que representam uma marca, uma habilidade impecável de comunicação nos mais diversos formatos.

Quais os benefícios para a empresa?

Ter uma imagem sólida, em um mercado competitivo, sempre foi um desafio para as grandes marcas. No entanto, o cenário atual exige mais que isso e demanda, por exemplo, a humanização da empresa.

Isso significa que, cada vez mais, há a tendência de humanizar uma marca, adotando, para isso, estratégias distintas. Alguns exemplos:

– O líder assume o desafio de dar um rosto à sua marca

– Cria-se um personagem para humanizar a marca

Isso acontece tanto em grandes empresas quanto em negócios menores, especialmente nas redes sociais. Dessa forma, um dos benefícios do media training é, justamente, estar apto a humanizar uma marca e assumir, de fato, seu rosto e voz.

Outros benefícios incluem:

– Um discurso mais alinhado

– Uma presença bem definida e sólida

– Uma marca que se destaca das demais

– Uma identidade forte e facilmente identificável

Media training na The Speaker: como funciona?

Na The Speaker, desenvolvemos o The Influencer, um treinamento direcionado aos profissionais que falam em nome da empresa. É, portanto, um media training, adaptado às demandas corporativas e ao cenário brasileiro especificamente.

A crise sanitária mundial trouxe à tona algumas urgências para o universo corporativo e uma delas é justamente a atenção à comunicação externa. Os clientes já não decidem comprar um produto apenas, mas, sim, o que ele representa.

É por isso que a presença de um profissional que fale por sua marca se tornou tão determinante. É através dele que o posicionamento de uma empresa se fortalece e se torna mais perceptível ao seu público-alvo.

Ainda tem dúvidas sobre media training ou sobre o The Influencer? Entre em contato com a minha equipe! Te esperamos!

Clique para dar sua nota!
Avaliações: 0 - Avaliação média: 0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *