Comunicação interpessoal – O Guia Completo

Oi, Speaker!

Você já se perguntou como está a sua comunicação interpessoal? Fazer essa pergunta é determinante no contexto atual, em que tudo – sim, TUDO – passa pela comunicação.

A comunicação interpessoal é a maneira como você se expressa cotidianamente e em situações específicas, como apresentações, reuniões, entrevistas, PITCHs e tantas outras.

A diferença está nisto: em situações específicas, há uma tendência maior em se preparar e ordenar a sua mensagem. No dia a dia, contudo, nem sempre isso acontece da mesma maneira e com o mesmo afinco.

Neste Guia Completo da Comunicação Interpessoal, você entende melhor esse conceito, se informa sobre alguns sinais que podem indicar problemas na sua comunicação e, ainda, vê as ações centrais para aprimorar essa habilidade.

Tenha uma boa leitura!

Comunicação Interpessoal: entenda o conceito

Quando pensamos em comunicação, é difícil estabelecer conceitos absolutos ou engessados. A razão? A comunicação é tão dinâmica quanto as pessoas e muda a todo instante.

Se você tem dúvidas disso, pense nas mudanças na sua própria comunicação. Como eram publicadas as notícias há dez anos? E como é agora? De que forma você se comunicava com sua família, colegas de trabalho e amigos?

As redes sociais e a internet trouxeram mudanças impactantes à comunicação, mas as transformações fazem parte dessa área há muito tempo. Uma área que sempre se adaptou, se modificou e inovou sob distintos aspectos.

Bem, então o que é comunicação interpessoal? Podemos definir essa comunicação como a troca de mensagens e informações entre as pessoas, sempre marcada pelas características e experiências individuais. Essa comunicação está:

– Nos diálogos que você mantém com seus amigos e familiares

– Nas reuniões de trabalho, com líderes, liderados ou clientes

– Em apresentações, gravações de vídeos ou redes sociais

– No cotidiano, em discussões ou projetos multidisciplinares

Comunicação – e comunicação interpessoal especificamente – é, portanto, a troca.

Sinais que indicam problemas na sua comunicação interpessoal

Já faz muito tempo que a comunicação passou a ser um indicador de outras características, já que as habilidades da oratória dialogam diretamente com a inteligência e o controle emocionais.

Nesse sentido, alguém com sérios problemas na comunicação interpessoal será julgado como alguém com sérios problemas em outras áreas, o que é, por si só, um impedimento à ascensão profissional ou à realização pessoal.

Alguns sinais que podem indicar problemas na comunicação interpessoal são:

– As pessoas não entendem o que você diz

– É necessário repetir a mesma solicitação várias vezes

– Você se vê incluído em mal-entendidos com grande frequência

– Depois de apresentações ou reuniões, você se sente frustrado

– Há uma enorme dificuldade em falar sobre assuntos que você domina

– As pessoas sinalizam características incompatíveis com o que você pensa ser

– Dificuldade de ouvir ou de debater, sem que isso se torne um confronto

Esses são alguns sinais que indicam problemas na comunicação interpessoal. Repare que eles estão ligados à organização da sua mensagem, à expressão corporal e à habilidade de ouvir atentamente (e estrategicamente).

5 Ações para aprimorar a sua comunicação

Você já viu o conceito teórico de comunicação interpessoal e alguns sinais que podem ser indicadores de problemas ligados a essa habilidade. Mas o que fazer para aprimorar a comunicação? Veja 5 ações que considero centrais:

1 Organize melhor a sua fala

Não há maneira de ser inspirado ou convencido por uma mensagem que não compreendemos, não é? Não importa qual é a sua intenção ao transmitir uma mensagem, ela precisa ser clara e bem organizada.

De forma geral, organizar a sua fala é a habilidade de ser assertivo, dizer claramente aquilo que se quer e ressaltar os pontos principais da mensagem. É eliminar os ruídos e organizar o conteúdo de uma maneira atrativa e eficiente.

2 Tenha cuidado com o que expressa através do corpo

Dominar a linguagem não-verbal é uma ação indispensável para se comunicar melhor. Afinal, o nosso corpo e voz também expressam algo e essa mensagem interfere diretamente naquilo que dizemos através de palavras.

Esteja atento aos seus gestos, postura, tom de voz, olhares, expressões faciais e tudo mais que faz parte da dinâmica não-falada. Aprenda a dominar esses aspectos e a usar todos eles a seu favor.

3 Identifique e elimine vícios na sua comunicação

Vícios na comunicação acontecem com frequência. No entanto, poluem uma mensagem, afetam negativamente a imagem e abrem lacunas para mal-entendidos e ruídos.

Para se liberar desses vícios, é necessário identificá-los. Um feedback profissional é a maneira mais eficaz para fazer isso. Outra, que também é útil, é analisar a si mesmo em vídeo e tentar encontrar padrões de fala e comportamento.

4 Pratique a escuta ativa

Você escuta os outros realmente? Ou fica em silêncio apenas esperando a sua vez de falar? As pessoas não nascem sabendo ouvir atentamente e, cada vez mais, parecemos perder essa habilidade. São muitas distrações e muita pressa, não é?

Praticar a escuta ativa é entender que a comunicação só existe quando há uma troca. É, ainda, estar ciente de que a sua argumentação só será eficaz se você entender aqueles com quem dialoga, com quem se comunica. Ouvir também é uma estratégia.

5 Aprenda a adaptar a sua mensagem

Uma das maiores habilidades dos grandes comunicadores é a de adaptar a sua fala, sem perder a própria autenticidade. Esse poder de adaptação é essencial na comunicação interpessoal, já que impulsiona aquilo que se quer dizer.

Ao aprender a adaptar a sua mensagem conforme o perfil do público, você abre seu leque de oportunidades, melhora a sua imagem e as suas relações cotidianas. Para isso, é necessário conhecer, ainda que minimamente, o seu público.

Um treinamento pode ajudar?

Não há maneiras de aprimorar a comunicação interpessoal sem investir nas suas próprias habilidades de oratória. Por essa razão, um treinamento é o caminho mais confiável e otimizado.

O feedback profissional não só acelera todo o processo, como o torna muito mais completo e valioso. Para saber mais sobre os treinamentos da The Speaker, entre em contato!

Lembre-se: quem se comunica bem tem um grande poder!