O que eu aprendi com o seriado Touch

O que eu aprendi com o seriado Touch

Alguém aí já assistiu esse seriado?

Deixe-me explicar. É a história de um menino que tem uns 6 anos e nunca falou uma única palavra na vida. Jack (David Mazouz) tem um tipo de autismo, e logo, dificuldade de relacionamentos. Mas o pai de Jack (Kiefer Sutherland)  começa a perceber que seu filho tem outras particularidades:

  • Jack consegue se comunicar através de números
  • Jack é extremamente sensitivo
  • Ele consegue prever o futuro
  • Tem uma inteligência fora do comum

Preciso ressaltar aqui que é verdade que o seriado se perde no roteiro em alguns momentos, mas não dá pra deixar de falar sobre belíssima reflexão que ele nos causa. Poder ver a vida do ponto de vista de um autista e imaginar como é viver sem nos comunicar é no mínimo transformador.

Eu, particularmente gosto muito do início e fim de cada episódio ( quem fez curso comigo já sabe que esses são os momentos mais importantes em uma apresentação), onde Jack compartilha com o telespectador alguns insights que ele tem sobre o mundo, sempre cheios de reflexões e sentimentos.

Touch nos mostra também a ideia que todo o mundo está conectado (assunto que é abordado em diversos filmes e seriados também, como por exemplo no seriado Sensate, no filme Contágio, Babel, e tantos outros) e que nossas ações individuais impactam a vida de tantas outras pessoas.

Outro ponto que trago atenção aqui é o pai do menino. Desesperado para entender o que o filho tenta dizer através dos números, ele me faz refletir sobre o quanto todos nós tentamos de verdade nos comunicar e entender as pessoas. Tantas e tantas vezes não entendemos porque não queremos, porque não tentamos, porque queremos que o outro seja claro, embora tantas vezes nós também não somos tão claros assim…

Fica aqui então minha indicação de seriado para as pessoas que, assim como eu, amam esse assunto de comunicação.

Livia Bello.

 

 

Avalie este post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bitnami