Adequar o vocabulário a cada tipo de ouvinte

Livia Bello

| CEO The Speaker

Muito prazer, meu nome é Lívia Bello, sou CEO e Fundadora da The Speaker, uma empresa que é referência em comunicação e oratória no Brasil.

Search

Últimos Posts

Adequar o vocabulário a cada tipo de ouvinte

Olá, Speakers! Tudo bem?

Nós, quando temos alguma informação importante a ser transmitida, sabemos que habilidade de se comunicar de forma clara e eficaz é fundamental em todos os aspectos da vida.

Por isso, uma das principais chaves para uma comunicação bem-sucedida é a capacidade de adequar o vocabulário a cada tipo de ouvinte, pois embora o conteúdo de um discurso possa ser excelente, se ele não for entregue de uma maneira que seja compreensível e atraente para a audiência, pode acabar perdendo a sua eficácia.

Dessa forma, entender como adaptar a linguagem ao seu público é uma habilidade essencial para qualquer orador que deseja prender a atenção de seu público, seja um professor que quer deixar suas aulas mais interessantes, um funcionário que vai apresentar um projeto aos seus chefes ou até mesmo uma pessoa que queira melhorar a sua expressão oral no cotidiano.

Neste artigo, exploraremos as diferentes maneiras pelas quais podemos ajustar nosso vocabulário para atender às necessidades de diferentes tipos de ouvintes e como isso pode melhorar significativamente a nossa habilidade de falar em público.

Identificando o seu público-alvo

Como foi visto, identificar o público-alvo é fundamental para ajustar a linguagem ao nível de conhecimento, interesse e expectativas da audiência. Para isso, é necessário considerar fatores como idade, formação, profissão, interesses, cultura e experiências prévias.

Uma das técnicas para identificar o público é pesquisar sobre o evento ou ocasião em que você irá falar. Se o discurso for em uma conferência acadêmica, por exemplo, é possível obter informações sobre os participantes, como áreas de pesquisa e especializações, por meio da programação do evento ou de inscrições antecipadas.

Outra forma de identificar o público é conversando com os organizadores do evento ou com pessoas que tenham algum conhecimento prévio sobre a audiência. Eles podem fornecer informações valiosas sobre as expectativas e interesses do público, bem como dicas sobre a melhor maneira de se comunicar com eles.

Por fim, a habilidade de identificar e ajustar a linguagem ao público não é apenas uma habilidade para a oratória, mas também é uma habilidade valiosa em outras áreas da vida, como em relacionamentos pessoais e profissionais. No entanto, é comum de se questionar como funcionaria essa adequação de vocabulário na prática. Por isso, seguem algumas dicas de como aplicar isso em suas interações!

Adaptação da linguagem ao público-alvo

Quando falamos com um público que não possui conhecimento especializado, é importante simplificar a linguagem para torná-la mais clara e fácil de entender. Algumas dicas para simplificar a linguagem incluem:

  • Evitar jargões técnicos e termos específicos da área de atuação;
  • Usar exemplos práticos para explicar conceitos complexos;
  • Utilizar analogias e comparações para facilitar o entendimento;
  • Usar frases curtas e objetivas.

Por outro lado, quando falamos com um público especializado, é importante usar jargões e terminologias específicas da área para mostrar que você possui conhecimento e credibilidade naquele assunto. Algumas dicas para usar jargões técnicos incluem:

  • Conhecer os termos mais comuns e utilizados na área;
  • Explicar conceitos menos comuns ou que podem ser desconhecidos para o público;
  • Usar exemplos específicos e relevantes para a área.

Além de adaptar o vocabulário, é importante ajustar a entonação e o ritmo da fala para cada público. Para um público mais técnico, por exemplo, é possível falar mais rapidamente e com uma entonação mais formal, enquanto para um público menos especializado, é necessário falar mais devagar e com uma entonação mais animada e descontraída.

É importante lembrar que o ajuste da linguagem não deve comprometer a clareza e a eficácia da mensagem. O objetivo é adaptar a linguagem para que o público possa entender e se envolver com a mensagem de forma mais eficiente.

Por fim, é importante praticar a habilidade de adaptar a linguagem ao público, seja por meio de treinamentos de oratória ou por meio de apresentações em público. Quanto mais se pratica, mais fácil se torna identificar o público-alvo e ajustar a linguagem para tornar a comunicação mais eficaz.

Exemplos práticos de adaptação de vocabulário

Um dos exemplos mais comuns de situações em que o vocabulário é adaptado dependendo do ouvinte é quando se falando com crianças e adolescentes. Quando alguém tenta transmitir uma informação importante para eles, principalmente os professores, é essencial achar as palavras e ritmo corretos para não perder suas atenções durante o discurso e para que seja claro o suficiente.

Além disso, é válido mencionar que essas técnicas são muito utilizadas em marketing, principalmente em redes sociais. As figuras públicas ou empresas tentarão promover seus produtos e conquistar o seu público através de seus vídeos ou textos, que, após traçar seu público-alvo, serão adaptados para tal.

Enfim, foi possível destacar a importância de dominar a adequação de vocabulário e de usar essa ferramenta para otimizar suas relações profissionais ou interpessoais!

 

Nosso blog

Últimas postagens

Oratória em Diversos Contextos

A oratória é uma habilidade versátil e essencial em vários aspectos da vida, desde o ambiente profissional até eventos sociais e políticos. Cada contexto apresenta

Ler mais »

Técnicas de Retórica Clássica

A retórica clássica, desenvolvida na Grécia e Roma antigas, é a arte de usar a linguagem de maneira eficaz e persuasiva. Muitas das técnicas desenvolvidas

Ler mais »

Oratória para médicos

A oratória é uma habilidade crucial para médicos em diversas situações, tanto na prática clínica quanto em outros contextos profissionais. Aqui estão algumas situações em

Ler mais »