Como convencer alguém: 7 técnicas indispensáveis da oratória persuasiva

Olá, Speaker! Tudo bem?

Me arrisco a dizer que: em algum momento da sua vida, você terá que convencer alguém sobre algo.

Dependendo da sua profissão, o poder de convencimento é, praticamente, uma ferramenta de trabalho, como acontece com vendedores ou advogados, por exemplo.

Na comunicação, existe a chamada oratória persuasiva, que é o conjunto de técnicas para aprimorar a capacidade de convencimento e persuasão, seja no dia a dia ou em situações de exposição de fala.

Vivemos em um mundo onde nunca se produziu e se consumiu tanta informação, não é? Por isso mesmo, precisamos nos destacar e a persuasão é uma das técnicas para isso.

Boa leitura!

Como convencer alguém: o que é a oratória persuasiva?

A oratória não é uma só. Na prática, esse conceito tem diferentes aplicações, todas elas direcionadas a uma maneira mais eficiente de se expressar e de se comunicar. A oratória persuasiva é a que se debruça especificamente no convencimento, na persuasão.

Talvez você não saiba, mas persuasão é uma palavra que vem do latim e significa “levar a crer”. O poder de persuadir, então, está na capacidade de convencer alguém sobre algo, geralmente incitando uma determinada ação ou decisão.

Um exemplo: você se lembra quando Steve Jobs apresentou o Ipod? Nessa apresentação, a Chamada Para Ação (CTA) era bem específica, ainda que sutil: vender. Ali estava, justamente, a oratória persuasiva colocada em prática.

Para convencer os demais sobre algo – seja uma compra, uma reflexão, uma opinião –, é preciso, antes de mais nada, ter uma fala atrativa e bem organizada. A oratória persuasiva é o conjunto de técnicas que possibilita essa organização.

Veja, a seguir, as 7 técnicas da oratória persuasiva que considero indispensáveis para qualquer profissional.

1. Fazer as perguntas corretas sobre o público

Como convencer alguém sem conhecer, ainda que minimamente, esse público? Informar-se sobre a sua audiência sempre é uma ação indispensável. No entanto, se a sua intenção principal é a de persuadir, isso se torna determinante.

Conhecer o público significa compreender suas dores, seus desejos e o quanto sabem sobre o assunto que você está abordando. Com esses dados, será mais simples elaborar uma estratégia eficiente e colocar em prática o poder de convencimento.

Para isso, faça as perguntas corretas antes de quaisquer situações de exposição, por exemplo:

– Qual a faixa etária do público?

– O quanto sabem sobre o tema?

– Qual é o poder aquisitivo médio?

– Qual é o nível de instrução médio?

– O que desperta o interesse desse público?

2. Amplie suas fontes de informação

Ser uma pessoa interessante faz de você um comunicador mais interessante. Eu disse, ali atrás, que uma fala precisa ser cativante para ser persuasiva, não é? Isso acontece pelo seguinte: toda situação de exposição de fala precisa entreter.

Você pode ser um especialista na sua área e nicho, mas também precisa estar por dentro do que acontece no mundo, ter outras fontes de conhecimento e conseguir falar sobre assuntos variados.

Por isso, deixo o conselho: amplie suas fontes de informação. Leia sobre temas diferentes. Converse com pessoas que tenham rotinas distintas à sua. Invista em hobbies, se possível. Tudo isso será útil para ter uma fala mais atrativa.

3. Desenvolva a assertividade

O mundo moderno pede pressa. Pede, às pessoas, para irem direto ao ponto, sem rodeios ou “enrolações” para chegar ao tema central. Pense nas redes sociais: áudios acelerados, vídeos curtos, mensagens em poucos caracteres…

A assertividade se trata de usar bem o tempo que você possui com a sua audiência. Não significa, necessariamente, ter uma fala curta, mas, sim, uma fala em que tudo tenha uma função, em que tudo tenha valor. Seja assertivo!

4. Aprenda a usar a sua linguagem não-verbal

Um comunicador pode ter um conteúdo incrível, mas, se não conseguir usar bem a linguagem não-verbal, dificilmente terá todo o impacto que deseja. Isso acontece porque nós não nos comunicamos apenas por palavras, mas com todo o nosso corpo.

Aprender a usar a linguagem não-verbal a seu favor significa saber dar energia à voz, gesticular com equilíbrio, fazer contato visual, manter uma boa postura e alinhar conteúdo às expressões faciais.

Todo esse conjunto de ações impacta na sua imagem e transmite uma maior autoridade, algo crucial para convencer e inspirar as pessoas ao seu redor, não é verdade? Então, não foque apenas no que se diz, mas também em como se diz.

5. Conte uma boa história

O ser humano adora histórias. Tem dúvidas disso? Pense na literatura e no cinema, então. O storytelling – a capacidade de contar histórias – se tornou uma das técnicas mais citadas da oratória e também pode ser usado para persuadir.

No entanto, para que isso tenha o efeito esperado, é preciso contar a história correta, usando todas as informações sobre o público – das quais falei logo no começo deste artigo. Histórias emocionam, conectam, geram valor e… convencem!

6. Use recursos como o humor ou a emoção

O storytelling não é o único recurso para fortalecer uma argumentação. Recursos como a emoção e o humor também são muito eficientes, dependendo do contexto e do perfil da sua audiência.

Enquanto a emoção retém o interesse e desperta empatia, o humor é eficaz para quebrar o gelo e diminuir a resistência ao que está sendo dito. Fatores que ajudam a convencer o público e a incitar um determinado CTA.

7. Prepare-se com antecedência (quando possível)

Entrevistas, PITCHs, reuniões, apresentações de todos os tipos. Essas são situações de exposição que permitem um preparo prévio, o que torna possível planejar bem a sua argumentação e fortalecer sua capacidade de convencimento.

Se você terá uma dessas situações em breve, prepare-se! Use técnicas como o mapa mental para organizar a sua fala, pense em como usar a linguagem não-verbal e pratique quantas vezes for possível. Melhor ainda? Conte com a ajuda de um especialista em comunicação!

 

Essas 7 técnicas são eficientes para colocar em prática a oratória persuasiva e fortalecer a argumentação. Lembre-se que, para aumentar seu poder de convencimento, desenvolver a sua comunicação como um todo é essencial.

Entre em contato com a minha equipe e veja qual de nossas soluções é a mais indicada para você. Seja um speaker!

 

Clique para dar sua nota!
Avaliações: 0 - Avaliação média: 0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *