Como se comportar em uma entrevista online?

Olá, Speaker!

A pouco tempo, a Raquel, uma das clientes aqui da The Speaker, nos procurou com uma demanda bem pontual: se preparar para uma entrevista de emprego online. As especificidades desse formato a assustavam e havia muitas dúvidas sobre como lidar e o que fazer diante da câmera.

Entrevistas desse tipo já eram um recurso muito utilizado pelos RH’s de diversas empresas. Agora, em tempos de isolamento social, isso tende a crescer ainda mais. Por isso mesmo, profissionais que estão em busca de um emprego ou uma relocação na carreira precisam desenvolver a habilidade de lidar bem com situações de exposição de fala via web, especialmente, as entrevistas.

Você, assim como o que aconteceu com a Raquel, tem uma entrevista online e está com dúvidas sobre como se comportar? Então leia este artigo até o fim e confira as principais técnicas para se sair bem em entrevistas desse padrão. Vamos lá?

  1. Tenha cuidado com a parte técnica

Problemas técnicos durante a entrevista prejudicam bastante a sua performance, tanto porque podem impedir que a sua fala seja transmitida e compreendida integralmente quanto porque imprevistos aumentam o nervosismo.

Com antecipação, verifique sua câmera e seu microfone. Uma boa imagem e um som completamente audível são primordiais para a sua entrevista online. Da mesma maneira, garanta uma boa conexão com a internet. É indicado, inclusive, ter a internet do celular disponível caso apareça algum empecilho.

  1. Adapte-se à plataforma escolhida pelo recrutador

Há muitas opções de plataformas para ligações de vídeo: Zoom, Skype, Hangout e tantas outras. Geralmente, logo que as entrevistas são agendadas, os recrutadores indicam qual dessas será a plataforma.

A partir daí, cabe a você se preparar, seja abrindo uma conta em uma dessas plataformas ou baixando os aplicativos correspondentes, se for o caso. Novamente, não deixe para fazer isso de última hora, ok?

Para garantir que tudo corra bem, procure fazer uma ligação de teste com um amigo ou familiar. Nessa simulação, você pode se familiarizar com a plataforma (caso ainda não a conheça tão bem) e testar aspectos técnicos dos quais falamos no tópico anterior.

  1. Vista-se adequadamente

Existe uma etiqueta nas entrevistas de emprego, não é verdade? Pois bem, essas etiquetas se mantêm, mesmo que o encontro entre você e o recrutador não aconteça de forma presencial.

Qual é a melhor maneira de se vestir para uma entrevista online? O meu conselho é simples: vista-se da mesma forma como se vestiria para uma entrevista presencial, considerando as características da empresa para definir o grau de formalidade que adotará.

Fazer a entrevista desde sua casa pode dar uma falsa sensação de informalidade. Ok, é certo que, no formato online, há uma maior flexibilização. No entanto, a sua imagem pessoal será analisada e você deve dar atenção a ela. Usar pijama ou roupas de academia? Nem pensar!

  1. Planeje a parte visual

A parte visual é uma das especificidades principais das entrevistas online. Quanto a isso, pensar no cenário e no enquadramento deve ser um cuidado.

O cenário deve ter o menor número de distrações possíveis. Em razão disso, um fundo neutro, como uma parede clara, é uma das melhores opções. O enquadramento (aquilo que a sua câmera estrará mostrando) deve ser equilibrado.

O que significa um enquadramento equilibrado? Nem tão aberto que mostre toda a sua sala, por exemplo, nem tão fechado que não te permita gesticular.

Vou dar um exemplo: há uns dias, participei de uma reunião online e o outro profissional fechou TANTO o enquadramento que mostrou apenas uma parte do seu rosto. Foi bem desagradável!

Para evitar que isso aconteça com você, enquadre a câmera de modo que a imagem mostre dos seus cotovelos até um pouco acima do seu rosto. Assim, poderá gesticular, pensando também na sua expressão corporal!

  1. Mantenha a assertividade

Falar em rodeios, sem ir direto ao ponto, é um dos vícios de comunicação mais comuns no nosso país. Culturalmente, as pessoas tendem a ser pouco objetivas na hora de responder perguntas ou contar uma história.

Quando alguém pergunta: “Qual é a cor do seu carro?”, respostas como “Olha, eu pensei em comprar um carro preto, mas meu vizinho me sugeriu um vermelho, então acabei mudando de ideia…” são comuns.

Na sua entrevista online, preste atenção para não cair nesse erro e procure adotar a assertividade em suas respostas e colocações. O ideal é: responder primeiro e explicar depois, se necessário.

Caso alguém pergunte a cor do seu carro, responda: “É prata. Você quer mais detalhes de como tomei essa decisão?”. Isso é manter a assertividade. Notou a diferença, Speaker?

  1. Lembre-se que a comunicação é como o pingue-pongue

“Como assim, Livia? O que a comunicação tem a ver com o pingue-pongue?”

Se você já jogou ou se viu alguém jogando, sabe que, no pingue-pongue, a bola não fica apenas com um jogador, mas vai e vem o tempo todo. Para que o esporte aconteça, isso precisa ser assim.

Na comunicação acontece exatamente o mesmo. A bola, nesse caso, é a fala, a palavra. Para que exista uma troca real entre as pessoas, é preciso haver interação. E isso também vale para as entrevistas de emprego.

O que fazer então? Durante a sua entrevista, proponha formas de engajamento. Ao responder uma pergunta, por exemplo, questione: “Era isso que vocês queriam saber ou me aprofundo mais em algum item?”.

Lembre-se de que entrevista não é um monólogo. Se fosse, os recrutadores pediriam que você gravasse um vídeo e pronto. Pense nisso!

  1. Saiba lidar com o nervosismo

Sentir ansiedade e nervosismo é algo normal em entrevistas e os recrutadores estão cientes disso. O que é determinante, no entanto, é a maneira como você lida com essas emoções, demonstrando se tem ou não inteligência emocional bem desenvolvida.

O medo, a ansiedade e o nervosismo costumam aparecer especialmente quando não houve uma preparação prévia adequada. É mais ou menos assim que funciona: quanto mais você se preparar, menos sentirá a ansiedade ou o nervosismo.

Além de se preparar, algumas ações simples podem ajudar. Uma delas é manter um copo de água sempre por perto. Essa é uma maneira de fazer pausas para recuperar a concentração.

Outra alternativa é ser transparente quanto ao seu nervosismo. Dizer, por exemplo: “Desculpe, estou nervoso/nervosa porque esta entrevista é muito importante pra mim”.

 

Como eu disse, entrevistas online tendem a ser uma alternativa cada vez mais usada por empresas e organizações. Se você precisa de ajuda para aprimorar a forma como se comunica nessas situações, fale com a gente! Te esperamos!

Clique para dar sua nota!
Avaliações: - Avaliação média:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *