Como ser um bom palestrante?

Olá, Speakers!

Vocês já pensaram em ser palestrantes? Já se imaginaram viajando o país – e quem sabe o mundo – falando sobre algum tema específico?

Muitas pessoas se dedicam a essa atividade e trabalham fazendo palestras e treinamentos em empresas, escolas e outras organizações.

No entanto, muitos de nós, em algum momento de nossa vida profissional, teremos que palestrar sobre algum assunto, ainda que não nos consideremos “palestrantes profissionais”.

Isso acontece porque, hoje, as empresas e organizações precisam comunicar seus feitos para os outros, em um mundo cada vez mais globalizado e interconectado. Dessa forma, os profissionais devem estar preparados para situações que envolvem exposições orais para conseguirem ascender em seus trabalhos.

Pensando nisso, resolvi fazer uma lista com técnicas para ser um bom palestrante. Gostaram da ideia? Então vamos lá!

Tenha domínio sobre o conteúdo

Quando vamos a uma palestra, pensamos que o comunicador (ou palestrante) tem amplo domínio sobre o tema em questão, não é verdade? Da mesma forma, quando as pessoas vão nos assistir, elas têm a expectativa de que nós iremos fornecer informações que sejam verdadeiras, atualizadas e, mais que isso, úteis.

Sendo assim, um dos primeiros passos para ser um bom palestrante é, justamente, dominar o conteúdo a ser abordado. Não tenha medo de buscar novos dados, consultar opiniões de especialistas, rever e checar suas fontes. Todos esses cuidados são essenciais para elevar a qualidade da sua palestra.

É muito importante evitar que uma palestra seja apenas um amontoado de opiniões pessoais. Obviamente, todo comunicador fala através da sua experiência e forma de ver o mundo, mas, ainda assim, sempre que possível, é interessante consultar e até mesmo apresentar argumentos diferentes aos nossos, a fim de explicá-los e, com embasamento, refutá-los se julgarmos necessário.

Dicas para apresentar o conteúdo

– Divida as informações em blocos e procure não se exceder em dados ou informações. Lembre-se: números e opiniões são importantes, mas, se apresentados em excesso, dificilmente cumprirão seu papel informativo.

– Crie maneiras de aproximar as informações e o seu público. Para isso, utilize personagens e histórias com a intenção de ilustrar o que você está dizendo. Dessa forma, ao colocar um rosto e uma experiência junto a números e dados, você será capaz de inspirar mais empatia.

Procure gerar transformação

A internet mudou (e muito) a forma como nos comunicamos e essas mudanças influenciaram diretamente as palestras, os discursos e as apresentações em público. Até a um tempo atrás, as palestras tinham como principal objetivo informar as pessoas sobre um assunto específico.

Atualmente, no entanto, o acesso à informação é MUITO mais fácil. Para procurar sobre um tema, basta fazer uma rápida pesquisa nos sites de busca e, em poucos segundos, aparecem centenas de textos, vídeos, artigos – confiáveis ou não.

Por isso, hoje, o objetivo das palestras é outro: gerar transformação. Obviamente, fornecer informações confiáveis ainda é um dos pontos primordiais de qualquer exposição oral, mas a transformação é, agora, o centro de toda boa palestra.

Ok, Livia, mas o que você quer dizer com gerar transformação?” Bem, Speakers, gerar transformação é incitar nas pessoas o desejo de mudanças, é inspirar o seu público sobre determinada situação ou ideia.

Uma boa palestra é aquela que fornece informações úteis, que as pessoas realmente poderão utilizar em seus cotidianos. A transformação pode acontecer a diversos níveis, desde a pequenas mudanças de pensamento e comportamento até a tomada de decisões.

Como podemos ver, Speakers, a responsabilidade dos palestrantes é grande!

Importe-se!

Um dos “segredos” para ser um bom palestrante é, ao mesmo tempo, simples e complexo: se importar! Se você quer dar uma boa palestra – uma palestra capaz de inspirar e informar as pessoas – é fundamental que você se importa verdadeiramente pelo assunto abordado.

Quando um palestrante fala sobre algo que não lhe desperta nenhuma emoção, isso fica bastante evidente em sua performance. Afinal, a não ser que você seja um excelente ator, é muito difícil fingir entusiasmo e paixão por determinado assunto.

Por outro lado, aquelas pessoas que falam daquilo que as comove conseguem fazer com que o público também passe a se importar com o que está sendo dito. Ainda que alguém na plateia não concorde com o que você está dizendo, se houver verdadeiro entusiasmo de sua parte, você será respeitado por isso.

Desperte o estado de fluxo (ou estado de flow) no seu público

Vocês já ouviram falar sobre estado de fluxo, também conhecido como estado de flow? Bem, esses são termos da psicologia que, basicamente, fazem referência a um estado emocional positivo, no qual as pessoas tendem a perder a noção do tempo.

Para ficar mais fácil de entender, vamos imaginar duas situações: na primeira, você está indo ao show do seu artista favorito. Foram duas horas de show, mas, quando você saiu, teve a sensação de que foram apenas alguns minutos. Isso acontece porque, provavelmente, você estava em estado de flow.

Ao contrário, quando você está em uma aula sobre uma matéria que definitivamente não consegue gostar, os 50 minutos de exposição do professor parecem eternos, não é mesmo? Nesse caso, definitivamente, você não estava em estado de flow.

Um bom palestrante é aquele que consegue despertar esse estado nas pessoas. Pode parecer difícil, mas estando atentos aos tópicos dos quais já falamos (que envolvem transformação, conteúdo e empatia), causar isso no seu público não será um desafio.

Se você é um palestrante ou se quer se transformar em um, trabalhe as suas habilidades de oratória, prestando atenção na forma como se comunica com as pessoas. Não se esqueça de que a comunicação não é apenas verbal: quando você está em uma palestra, também se comunica através de suas expressões faciais, seus gestos, sua voz e sua postura.

Precisa de ajuda? Conheça os nossos cursos online ou presenciais e conte com a gente para se tornar um excelente comunicador!

5 (100%) 1 vote

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bitnami