Case Roche – Por que os médicos precisam de uma boa oratória?

Olá, Speakers!

Já foi o tempo em que as pessoas viam a oratória como uma habilidade própria de certas profissões, não é mesmo? Afinal, a comunicação ocupa, hoje, um significativo protagonismo em praticamente todas as áreas.

A Medicina, por exemplo, não era vista como uma área ligada à comunicação. Tanto é assim que, no Brasil, a maioria das universidades ainda não oferece a preparação necessária para os estudantes de Medicina no que se refere à habilidade de se comunicar bem com os demais.

Se pensamos que os médicos lidam com pacientes todo o tempo, parece óbvia a necessidade de conseguir se comunicar de forma assertiva, no entanto, essa habilidade não é um requisito apenas para o dia a dia, mas também – e em grande parte – para outros tipos de situações de exposição de fala, como conferências e apresentações em público.

Por que eu estou falando tudo isso para vocês? Para compartilhar mais um case aqui da The Speaker. Dessa vez, com uma equipe de médicos da Roche, companhia de referência em medicina personalizada no Brasil e em várias partes do mundo.

Como foi o workshop com os médicos da Roche?

A Roche contratou a equipe The Speaker para uma preparação bem específica. O treinamento foi direcionado para uma equipe de médicos cujo objetivo é: se tornar speakers!

Os médicos que participaram do nosso workshop se preparam para fazer apresentações e conferências sobre uma doença rara, a Fibrose Cística. Ou seja: têm o desafio de abordar um tema complexo de uma forma assertiva. Para orientá-los da melhor maneira possível, o nosso workshop foi dividido em duas etapas.

– Primeira Etapa: preparando para um TED Talk

Na primeira etapa, nosso foco foi a preparação para um TED Talk – a maior rede de conferências do mundo na atualidade. O que fizemos? Inicialmente, elaboramos um roteiro com o que falar. Em seguida, trabalhamos aspectos relacionados à performance no palco, pensando na linguagem não-verbal, no uso da voz, em como utilizar o microfone, onde se posicionar, na importância do contato visual, entre outros aspectos para uma boa exposição oral.

Depois, fomos a um estúdio onde uma megaestrutura foi montada simulando uma TED Talk. Nesse momento, a fala dos médicos foi gravada, como uma TED Talk real. Os efeitos de vídeo simulavam, inclusive, uma plateia. Nossa equipe acompanhou os dois dias inteiros de gravação, com todo o suporte necessário.

Segunda Etapa: curso customizado

A segunda etapa foi um curso online, desenvolvido especificamente para os médicos da Roche. Para isso, customizamos o treinamento, utilizando o vocabulário comum na área médica, recorrendo a exemplos também dessa área e pensando nos desafios de falar sobre a Fibrose Cística.

Esse workshop online teve como foco as ferramentas para que os médicos conseguissem transmitir todo o seu conhecimento sobre essa doença, se tornando aptos para falar sobre ela em palestras e apresentações da melhor maneira.

Quais foram os resultados do workshop?

Os resultados foram muito positivos – e não apenas para os médicos que fizeram parte do treinamento. Cada workshop é um mundo novo, afinal, cada equipe e cada empresa têm suas especificidades, seus desafios e demandas individuais. Nesse curso, por exemplo, eu mesma acabei aprendendo MUITO.

E é justamente isso que me faz amar tanto o meu trabalho na The Speaker: todos os dias, eu aprendo algo novo. Dessa vez, com os médicos. Em outros cursos, com advogados ou empresários. Outras vezes, com colaboradoras da área da moda… e muitas experiências mais! É muito bom ter essa oportunidade através da comunicação. Na verdade, comunicação é isso: uma troca de saberes.

Veja outros cases da The Speaker ou, se preferir, entre em contato com a gente!

Avalie este post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bitnami