Oratória, networking e marketing pessoal: qual a relação entre esses três conceitos?

Livia Bello

| CEO The Speaker

Muito prazer, meu nome é Lívia Bello, sou CEO e Fundadora da The Speaker, uma empresa que é referência em comunicação e oratória no Brasil.

Search

Últimos Posts

Oratória, networking e marketing pessoal: qual a relação entre esses três conceitos?

Tudo bem com você, Speaker? 

Você provavelmente já ouviu ou leu citações sobre esses três conceitos em contextos diferentes. Afinal, se bem é verdade que eles são muito recorrentes (pela relevância que possuem), nem todos compreendem o quanto estão relacionados e integrados entre si. 

Aos profissionais de hoje, requerem-se diversas competências, fortemente ligadas à inteligência emocional, ao pensamento criativo e à capacidade de diálogo com vários tipos de pessoas. Nesse sentido, a oratória e o marketing pessoal andam lado a lado, já que, para transmitir uma imagem forte e confiável, é indispensável saber se comunicar bem – inclusive em público. 

E o networking? A análise de currículo como único fator de seleção ou como o fator mais determinante para a contratação ou não de um profissional já ficou démodé. Atualmente, outras habilidades têm um peso maior e, por isso mesmo, a rede de contatos (o networking) tem uma importância significativa para se fortalecer e ascender no mercado. 

Compreender a relação entre oratória, marketing pessoal e networking é uma forma de potencializar a própria imagem, logrando utilizar o melhor de cada um desses conceitos, aplicando-os na vida cotidiana, especialmente em certas situações profissionais – como entrevistas de emprego, reuniões de fim de ano, convenções com líderes e apresentações de PITCHs.

Esse é o tema da nossa conversa de hoje. Confira! 

Marketing pessoal e soft skills: a importância da imagem para os profissionais!

Se você acompanhou nossas postagens aqui no blog ao longo deste ano, provavelmente viu que, em muitos momentos, falamos sobre as soft skills. Não é à toa que esse assunto teve tanta relevância para nós, já que as soft skills são consideradas as habilidades do futuro, com um peso igual ou superior às competências ligadas a saberes técnicos. 

Vale a pena lembrar: as soft skills são habilidades relacionadas à inteligência emocional, incluindo, por exemplo, a capacidade de se comunicar bem, de exercer empatia, de acionar o pensamento criativo em situações sob pressão, de atuar como um líder. 

E o que o marketing pessoal tem a ver com isso? Antes de mais nada, pense no que você entende por marketing pessoal. Muitas pessoas definem esse conceito simplesmente como a capacidade de se vender ou de vender a própria imagem em situações especificas. E, bem, não é tão assim. 

O marketing pessoal não se trata apenas de publicitar uma imagem sobre si mesmo em certos momentos. Vai além! Marketing pessoal é um conjunto de estratégias para fortalecer um perfil profissional, logrando destacar e potencializar qualidades e lapidar debilidades. 

Para que isso aconteça – ou seja, para transmitir uma imagem forte, de alguém competente e confiável –, a inteligência emocional é um fator determinante. Por isso, o marketing pessoal é mais amplo do que saber se vender em situações específicas, e é, mais que isso, formar uma personalidade forte e constante, seja qual for o contexto. 

E a oratória? 

A oratória é, basicamente, a capacidade de falar bem em público e/ou de saber lidar com outros tipos de situações de exposição de fala. 

Profissionais que sabem se comunicar bem, que logram organizar e apresentar suas ideias de um jeito contundente e interessante, são os mais procurados hoje em dia. Afinal, mais do que alcançar bons resultados, é preciso saber falar sobre eles, ter uma boa presença na web e conseguir dialogar com os mais diversos perfis de pessoas. 

Nesse sentido, a oratória é uma aliada do marketing pessoal. Não é exagero dizer que é impossível ter um marketing pessoal eficiente sem saber se comunicar bem, sem conseguir argumentar ou falar sobre novos projetos. 

Aprimorar a maneira como se comunicam com os demais deve ser uma preocupação de todos os profissionais, seja qual for o cargo que ocupam ou a área à qual se dedicam. Aliás, se você fizer uma rápida busca na web a fim de saber o que grandes líderes têm em comum, provavelmente encontrará a boa comunicação entre suas características principais. 

Em suma, para ter um bom marketing pessoal, desenvolvendo e aplicando estratégias para potencializar e fortalecer a própria imagem, é indiscutível a necessidade de desenvolver e aprimorar habilidades relacionadas à comunicação e à oratória. Pense nisso! 

E, por fim, como o marketing pessoal influencia no networking?

Networking nada mais é do que a rede de contatos que um profissional logra construir e que tem uma importância enorme em seu desenvolvimento profissional. Através dessa rede de contatos (se ela for fortalecida), é possível fazer novas alianças profissionais, ingressar em uma nova empresa, ascender a cargos mais altos…

Não é difícil perceber, portanto, que as oportunidades de trabalho dependem bastante do networking. Desse modo, saber como estabelecer bons contatos e, mais que isso, entender qual a melhor maneira de conservá-los em sua rede, é algo que os profissionais modernos devem aprender e executar constantemente. 

O marketing pessoal, assim como a oratória, é uma ferramenta fundamental para aumentar e conservar a rede de contatos. Conversar com alguém por primeira vez, falar sobre uma ideia durante um encontro de poucos minutos com aquele líder que se admira, fazer um bom discurso em uma convenção e ser destacado por isso… esses e outros exemplos são situações reais e que muitos profissionais aproveitam para aumentar e fortalecer o networking. 

 

Tempos atrás, tudo acontecia em uma velocidade menor do que agora. O conteúdo de um mesmo curso poderia se repetir por vários anos, sem se tornar desatualizado. 

Hoje, no entanto, a rapidez com que acontecem as mudanças é alta, o que demanda uma constante adaptação e recorrente aprimoramento das habilidades dos profissionais que querem se manter ativos no mercado. 

Compreender toda essa velocidade e aceitá-la, desenvolvendo a inteligência emocional, é algo que torna tudo mais fácil. Nesse sentido, pensar em estratégias para potencializar a própria imagem, logrando um marketing pessoal contundente e uma rede de contatos estável, é importantíssimo. 

 

Nosso blog

Últimas postagens

Oratória em Diversos Contextos

A oratória é uma habilidade versátil e essencial em vários aspectos da vida, desde o ambiente profissional até eventos sociais e políticos. Cada contexto apresenta

Ler mais »

Técnicas de Retórica Clássica

A retórica clássica, desenvolvida na Grécia e Roma antigas, é a arte de usar a linguagem de maneira eficaz e persuasiva. Muitas das técnicas desenvolvidas

Ler mais »