Oratória: quais perguntas você deve fazer antes de uma apresentação em público?

Olá, Speaker!

As apresentações em público mudaram: agora, grande parte delas acontece através das câmeras, em eventos online ou outras situações de exposição de fala que migraram para o digital.

Nesse cenário, as apresentações presenciais ganharam um aspecto diferenciado. Elas são realizadas em ocasiões especiais. Em outras palavras, deixaram de ser algo usual e passaram a ter uma relevância ainda maior.

Aproveitar a oportunidade de falar em público presencialmente e, ao mesmo tempo, ser capaz de realizar boas apresentações no online são ações determinantes.

Não importa a sua área, cargo ou profissão: você terá que desenvolver essa habilidade!

Como bom comunicador, algumas perguntas devem ser feitas por você antes de uma apresentação. Perguntas sobre o público, sobre o evento e sobre o seu conteúdo. Siga a leitura até o fim e veja quais perguntas são essas!

Perguntas sobre o público: quais são elas?

Conhecer bem o seu público é um dos requisitos mais importantes para uma boa apresentação. É assim, conhecendo a sua audiência, que você pode traçar as melhores estratégias para a sua abordagem.

Por isso mesmo, antes das etapas de planejamento para a sua apresentação, faça as seguintes perguntas sobre seu público:

– Quantas pessoas são?

– Qual a faixa etária média?

– Qual é o nível socioeconômico médio?

– O quanto as pessoas sabem sobre o assunto que vou abordar?

Essas quatro perguntas serão um guia para você definir vários aspectos da sua fala, como, por exemplo, a linguagem. Caso o seu público tenha familiaridade com o tema da apresentação, pode usar uma linguagem um pouco mais técnica.

Outro aspecto importante é a interação. Se o seu público for reduzido, você pode propor exercícios de interação mais específicos. Caso se trate de um público maior, será preciso pensar em outras alternativas.

 

E sobre o evento, o que você deve perguntar?

Aspectos técnicos importam. E Muito! É um erro enorme subestimar a parte técnica e acreditar que um bom conteúdo, sozinho, é capaz de chamar e reter a atenção do público e sustentar uma apresentação de qualidade.

De que adianta um bom conteúdo, se o microfone falha a todo o tempo e prejudica a transmissão da sua mensagem? Ou se o seu vídeo, em eventos online, está mal enquadrado e dificulta o entendimento do público?

Para evitar esses e outros tipos de problemas, faça as seguintes perguntas sobre o evento:

– Qual é o tipo de microfone disponível?

– Posso visitar o espaço antes da apresentação?

– Caso não seja possível a visita, podem mandar uma foto do espaço?

– Posso levar meu próprio material (notebook, laser pointer, entre outros)?

Esses quatro questionamentos permitem que você se planeje melhor e esteja preparado para a apresentação. Fazer isso com antecedência também diminui as chances de imprevistos e possibilita que você se adéque às condições do evento.

Por fim, as 3 perguntas centrais sobre o conteúdo: quais são?

Imagine que você foi convidado para se apresentar em um grande evento, com muitos outros palestrantes. Mas você não se informou previamente sobre a programação e acabou escolhendo o mesmo tema que o comunicador que se apresentou antes.

Você acha que o público terá o mesmo interesse na sua fala, se isso acontecer? Não. Por mais que o seu conteúdo seja excelente, vai ser muito difícil reter a atenção de uma audiência que provavelmente já estará cansada de ouvir sobre o mesmo assunto.

Então, as três perguntas chave sobre o conteúdo são:

– Qual é objetivo da apresentação?

– Qual emoção eu desejo provocar na audiência?

– Se outros comunicadores participam do evento, sobre o que eles falam?

Definir suas estratégias e planejar bem o conteúdo são ações indispensáveis em uma apresentação em público. Pensar sobre o seu objetivo, sobre a emoção que quer despertar nas pessoas é fortalecer a sua Chamada para Ação, o CTA.

É importante lembrar que o conteúdo de uma boa apresentação precisa ser adaptável. Não adianta elaborar uma fala padrão e utilizá-la em todas as suas apresentações: é preciso fazer os ajustes considerando as especificidades de cada público e evento.

Como se preparar para uma apresentação em público?

Fazer as perguntas corretas sobre o evento, o público e o conteúdo já significa ter um bom preparo para a sua apresentação. No entanto, é preciso considerar todas as informações na hora de definir sua abordagem, seu tema central e outros aspectos.

Duas ações são determinantes para se preparar em situações de exposição de fala:

  1. Fazer um mapa mental
  2. Praticar a sua apresentação

O mapa mental é uma das técnicas mais eficazes para se familiarizar com o conteúdo e organizá-lo de uma maneira atrativa para a audiência. É, ainda, um recurso importante nas etapas de prática e de ajustes finais antes da apresentação.

Essas e outras técnicas você aprende em um bom treinamento de oratória. Nesses treinamentos, os três pilares da comunicação são desenvolvidos e aprimorados: a mensagem, a voz e a expressão corporal.

Para saber mais sobre o preparo antes de uma apresentação e também sobre cursos de oratória, entre em contato com a minha equipe!

Clique para dar sua nota!
Avaliações: 0 - Avaliação média: 0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *