Palestrante de sucesso: Quais são os passos para ser um

Olá, Speaker! Tudo bem?

Dedicar-se à carreira de palestrante tem sido uma escolha adotada por muitos profissionais, especialmente aqueles que já possuem uma trajetória em determinado nicho e querem transmitir seus conhecimentos e ideias aos demais.

As palestras são situações de exposição de fala com um alto poder de persuasão. Por isso mesmo, os palestrantes atuam (ou deveriam atuar) como formadores de opinião, influenciando o público a um determinado call to action.

Para se dedicar à carreira de palestrante e, mais que isso, ter sucesso nessa escolha, é de suma importância se planejar e passar por uma série de passos, diretamente ligados à comunicação e à oratória persuasiva. Quais passos são esses? Confira aqui!

  1. Saiba sobre o que você quer falar

Na trajetória como palestrante, é comum que o profissional se dedique a uma área específica e crie suas palestras com temas que se incluem nesse nicho. É importante fazer essa escolha, tanto para se preparar quanto para que o público perceba a sua área de interesse e possa identificar o seu perfil rapidamente.

Desse modo, o primeiro passo é definir sobre qual assunto você quer falar e em qual nicho isso se inclui. Você quer ser um palestrante motivacional, direcionado para a área corporativa? Quer se dedicar a falar sobre algum conhecimento técnico ligado à sua profissão? Ou tem outro plano em mente?

É importante escolher um tema que desperte o seu entusiasmo. Se optar por algum assunto que não gosta (ou não domina tão bem assim) apenas por pensar que isto ou aquilo podem levar a um reconhecimento maior, tem grandes chances de não desfrutar dessa trajetória e, pior ainda, de não conseguir transmitir a verdade que deseja.

  1. Monte a sua primeira palestra profissional

As palestras são situações de exposição de fala bem específicas. Se bem é verdade que têm similaridades com as apresentações em público de maneira geral, há, nas palestras, uma tendência em adotar um determinado formato, mais direcionado à persuasão.

Na web, há uma série de dicas para montar uma palestra “matadora”, “power” e outras expressões do tipo. No entanto, mais que se obcecar por obter um resultado específico ou para aumentar convites para apresentar a sua palestra em eventos, é importante pensar no que você quer transmitir ao público, em algo útil para a sua audiência.

Assim sendo, montar a sua primeira palestra é o passo número 2 dessa nossa lista. É importante adotar um rigor em suas escolhas, garantindo que a sua palestra seja profissional: desde o conteúdo até à forma como ele será transmitido.

Para montar a sua palestra, usar ferramentas como o mapa mental, o brainstorm e a criação de um roteiro com palavras-chave é uma boa estratégia. A princípio, defina o tema central da sua fala. Em seguida, divida-o em tópicos e organize o seu conteúdo de uma forma atrativa, que se encaixe no formato de uma exposição oral com características de uma palestra.

  1. Aprimore as suas habilidades de comunicação

Ninguém nasce pronto para ser um palestrante, afinal, o mito de nascer com o “dom da oratória” não passa disso: um mito. Os profissionais que se destacam como palestrantes têm uma trajetória de preparação, na qual desenvolveram competências ligadas à comunicação e foram aperfeiçoando essas habilidades com o passar do tempo.

Portanto, se você quer ser um palestrante e acredita não ter o “dom” para isso, é hora de começar a romper com essa crença e buscar alternativas para impulsionar as suas habilidades de comunicação. Muitas pessoas com ideias transformadoras deixam de se expressar por pensar que não são capazes de se comunicar.

Dito isso, um dos passos centrais para ser um palestrante de sucesso é investir na própria comunicação. Mesmo que você já se considere um bom comunicador, é preciso praticar e se preparar para essas situações de exposição de fala específicas, logrando um mais alto poder de persuasão.

  1. Aprimore a sua linguagem não-verbal

Nas situações de exposição de fala, há uma dinâmica não-falada que vai além do conteúdo verbal transmitido. Muitas pessoas cometem o erro de não dedicar um tempo para aprimorar essa dinâmica e acabam prejudicando a sua performance por não saber dominar a linguagem não-verbal.

Sabendo que a imagem pessoal – aquela que transmitimos aos demais – é um elemento central na carreira de um palestrante de sucesso, é importante se preparar quanto a alguns aspectos, incluindo o uso da voz (a impostação vocal), as expressões faciais, a postura, olhares e gestos.

Em outras palavras, além de pensar em um bom conteúdo e em como transmiti-lo, é necessário, ainda, dominar a linguagem não-verbal, garantindo que ela também seja sólida e esteja em harmonia com o que se diz.

  1. Crie uma estratégia para divulgar o seu trabalho

Para palestrantes, ter uma boa estratégia de divulgação é outro passo importante. Isso inclui manter uma boa presença na web, investir na rede de contatos (networking) e definir um público-alvo.

Sabendo quem é o seu público-alvo central, é mais fácil elaborar um plano estratégico para chegar até essas pessoas, tanto no que se refere às ações online quanto offline. As online incluem, por exemplo, a criação de um conteúdo direcionado ao público-alvo. Já as offline englobam a presença em certos eventos (nos quais se pode fazer contatos) ou ações similares.

É interessante ressaltar, ainda, que, para criar uma estratégia que realmente seja eficiente, aspectos como a área à qual se quer dedicar (sobre o que você quer falar) e o público-alvo central precisam estar bem definidos.

 

Ao longo deste artigo, ficou clara a relação entre ser um palestrante de sucesso e ser um bom comunicador, não é verdade? Para se dedicar a essa atividade e obter os resultados esperados, é de suma importância saber se comunicar de um modo persuasivo, interessante e eficiente.

Se você precisa aperfeiçoar suas habilidades de comunicação, considere um treinamento em oratória. Entre em contato com a nossa equipe e saiba mais sobre isso! Te esperamos!

Clique para dar sua nota!
Avaliações: - Avaliação média:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *