Quais são as etiquetas para trabalhar em home office?

Olá, Speaker!

Histórias de gafes no home office têm aparecido com frequência nas últimas semanas. Afinal, devido ao isolamento social, profissionais tiveram que “migrar” rapidamente para essa modalidade, sem, muitas vezes, ter tido um período de adaptação.

As videoconferências são as campeãs das gafes: crianças gritando no quarto ao lado, animais de estimação que roubam a cena ou familiares interrompendo a reunião são cenas comuns. Embora aparentemente inocentes, podem prejudicar o dia a dia no trabalho e até mesmo interferir na imagem que os profissionais transmitem.

Para que isso não aconteça com você, preparei um manual básico de etiquetas no home office. Tenha uma boa leitura!

Por que é importante seguir as etiquetas básicas no home office?

Antes de falarmos sobre o manual em si, é importantíssimo refletir sobre a necessidade de seguir algumas regrinhas básicas no trabalho à distância.

O trabalho à distância, ou teletrabalho, tem muitas particularidades, eu sei. Claramente, estar na empresa ou no escritório, por exemplo, implica obedecer a normas de comportamento e postura. Presencialmente, essas normas são mais explícitas.

O home office, por sua vez, pode dar a falsa sensação de que não há regras a seguir. Ora, Speaker, o trabalho à distância demanda o mesmo grau de profissionalismo do que aquele feito em qualquer outro ambiente.

Uma boa forma de pensar se você está agindo bem é se perguntando: eu faria o mesmo se estivesse no escritório? Se a resposta for não, convém refletir sobre sua postura e decisões.

Se você ocupa um cargo de liderança, seguir as etiquetas das quais falaremos a seguir é determinante. Afinal, seus liderados se pautam, em grande parte, na maneira como você age.

Caso você seja um colaborador, é fundamental ter em mente que o seu gestor espera de você uma imagem profissional. E essa imagem é o que demonstrará se você está levando a sério o home office ou não.

Dito isso, vejamos algumas regras de etiquetas no home office. Confira!

Manual básico de etiquetas no home office

  1. Vista-se adequadamente. Especialmente, em videoconferências

Você iria para o escritório de pijamas? Provavelmente, não. Então também não se vista dessa maneira ao participar de uma conferência online.

Pode parecer absurdo ou um conselho exagerado, mas já vivenciei situações semelhantes. A impressão que dá é a de que o profissional não se interessa pela reunião ou que não a leva a sério.

A rotina de trabalhar em casa pode nos sugar para um mundo completamente novo, mas é preciso que nos mantenhamos atentos para não cometer gafes.

É claro que você pode optar por uma roupa mais confortável, mas esteja vestido como um profissional. Inclusive, isso ajuda a entrar no clima de trabalho, contribuindo para um melhor rendimento.

  1. Mantenha os cuidados básicos com a higiene pessoal

Novamente, a rotina de trabalhar exclusivamente em casa pode alterar certos padrões. Especialmente no contexto atual, no qual temos que respeitar um isolamento que limita, ainda mais, os compromissos sociais.

Pentear o cabelo e fazer a barba são exemplos de cuidados básicos que, se descumpridos, podem prejudicar a imagem que transmitimos aos nossos colegas, clientes e gestores.

  1. Atualize sua foto nas plataformas de reuniões online

Se você não mantinha o hábito de fazer reuniões via Skype ou Hangouts, por exemplo, pode ser que a foto do seu avatar esteja desatualizada ou, pior ainda, fora de contexto.

Pode parecer um simples detalhe, mas não é. Uma foto de biquini ou sunga, para citar alguns exemplos, não condiz com o ambiente profissional e pode, sim, interferir na imagem que você transmite.

Opte por uma foto neutra e com um tom profissional, ok?

  1. Tenha cuidado com o enquadramento

Na hora de participar de uma reunião online, é preciso prestar atenção quanto à escolha do enquadramento. Isto é, com aquilo que a sua câmera estará enfocando durante a conference call.

O enquadramento mais fechado é preferível. Um plano mais aberto, que mostre todo o seu escritório, por exemplo, não é a melhor escolha. Especialmente, se você não tem um lugar reservado para trabalhar.

Para o fundo da sua tela, escolha, de preferência, uma parede clara e sem muitas distrações. Essa é a melhor forma de preparar o enquadramento para reuniões, entrevistas e, até mesmo, gravações de vídeo.

  1. Tenha um local reservado para o trabalho

É muito importante reservar um espaço da sua casa exclusivamente para trabalhar. Por vários motivos! O primeiro deles tem a ver com o rendimento. Estar minimamente em um ambiente profissional ajuda a manter o foco e a concentração.

O segundo, por sua vez, está relacionado com o que já falamos até aqui: as reuniões online. Um espaço compartilhado com outras pessoas está mais exposto a interrupções. Lembre-se: crianças e animais de estimação devem estar distantes na hora da sua reunião, ok?

  1. Tem filhos pequenos? Não os inclua na reunião

Como já falamos anteriormente, as crianças devem estar o mais longe possível das reuniões online. Pode ser difícil para alguns profissionais, mas, dentro das limitações que podem acontecer, é importante tomar essa precaução.

Um erro “inocente” e muito comum é apresentar os filhos durante a reunião, ou no começo dela. O ambiente doméstico pode dar uma falsa sensação de informalidade e é importante ter cuidado com isso.

Não é indicado apresentar seus filhos durante uma reunião. Por mais adoráveis que eles sejam!

  1. Cuidado com a linguagem durante reuniões

Outra vez, insisto com a falsa sensação de informalidade do home office. Não é porque você está em casa, com uma roupa um pouco mais confortável e longe da empresa que está permitido usar palavras e expressões incompatíveis com o ambiente profissional.

Palavrões, excesso de piadas (e todo o uso inapropriado do humor), gírias e vocabulários afins devem ser evitados. Comunique-se com a mesma seriedade que você adota na empresa.

Não estou dizendo, é claro, para deixar a expressividade de lado. Ela é fundamental! O necessário é agir com bom senso e encontrar o equilíbrio entre o informal e o descabido.

  1. Esteja disponível em seu horário de trabalho

Por mais que você esteja em casa, seu horário de trabalho continua sendo seu horário de trabalho. O que isso significa? Oras, que é preciso estar disponível.

Atender telefonemas, responder a e-mails e mensagens é importante. Não dá para desligar o celular e o computador e tirar a tarde de folga. Você pode até fazer isso, mas, antes, deve ter a autorização da sua empresa ou ter avisado à sua equipe.

  1. Evite mandar mensagens fora do horário comercial

Outro erro comum – e muito cometido por gestores – é pensar que trabalhar em casa é sinônimo de trabalhar o tempo todo. Não é. No tópico anterior, falei sobre a importância de respeitar o horário de trabalho.

Aqui, vale a mesma regra. Não envie mensagens para os seus colaboradores fora do horário de expediente. Um e-mail é até aceitável, mas mensagens e, principalmente, ligações são inapropriadas.

Agir com empatia e liderança também implica em respeitar o horário de trabalho dos seus liderados. Lembre-se disso!

  1. Seja profissional

Esse tópico resume todos os demais. Ter uma postura profissional significa agir com sensatez, seja qual for o contexto: na empresa ou fora dela.

Se não tiver certeza sobre alguma ação, lembre do que falamos aqui e se pergunte: eu faria isso se estivesse no escritório? Caso não, repense suas escolhas e condutas para atravessar esse período da melhor maneira.

 

Dúvidas? Fale com a nossa equipe!

 

Clique para dar sua nota!
Avaliações: - Avaliação média:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *