Quais são as melhores estratégias para estruturar suas ideias e se comunicar melhor?

Livia Bello

| CEO The Speaker

Muito prazer, meu nome é Lívia Bello, sou CEO e Fundadora da The Speaker, uma empresa que é referência em comunicação e oratória no Brasil.

Search

Últimos Posts

Quais são as melhores estratégias para estruturar suas ideias e se comunicar melhor?

Uma mente repleta de ideias é, sem dúvidas, uma mente capaz de inovar, de solucionar problemas de uma forma simples, de trazer algo que faça o mundo um pouquinho melhor. 

Ter muitas ideias e desenvolver o pensamento criativo é o objetivo de muitos profissionais. No entanto, tão importante quanto isso é saber estruturar essas ideias e saber apresentá-las, expressando-as para os demais de um jeito envolvente, assertivo e completo. 

Pense em uma sala com lindos móveis, objetos de decoração fantásticos, obras de arte excepcionais e minuciosos detalhes. Se tudo isso for apenas “jogado” nesse espaço, dificilmente cumprirá o papel que deveria e a tal sala estará longe de ser um ambiente convidativo para os demais.

Com as ideias, acontece algo similar. Um monte de ideias pipocando na mente só será algo positivo se esse algo puder ser organizado. E como fazer isso? Através da estruturação do pensamento e de uma boa comunicação. 

Separei algumas técnicas eficazes para estruturar ideias e organizar o pensamento, aprimorando, assim, a forma como nos comunicamos com as pessoas ao nosso redor. Vamos lá? 

– Aprenda a controlar a sua ansiedade mental

Organizar os móveis da sala, selecionar apenas os melhores enfeites para a decoração, suavizar o ambiente. Controlar a ansiedade mental é mais ou menos isso, só que se tratando de pensamentos e ideias. 

O nosso fluxo mental, especialmente em processos criativos, pode ser disperso, rápido e pouco ordenado, sobretudo nos estágios iniciais de um projeto. Por isso mesmo, é indispensável saber lidar com essa sobreposição de pensamento – que leva à exaustão e à pouca praticidade. 

A chave central aqui é concentrar nas ideias que valem realmente a pena, investindo nelas nosso tempo e energia. 

– Visualize o todo antes das partes

Antes de pensar em cada detalhe do seu plano ou ideia, visualize o todo. Faça perguntas básicas a si mesmo, como, por exemplo: “o que quero resolver com isso?”, “qual o propósito dessa ideia?”, “em quais contextos posso aplicar e dar vida a esse pensamento?”. 

Desse modo, pensando amplo antes de direcionar o foco para detalhes menores, começamos a estruturar o nosso raciocínio. Ao ter bem claro o aspecto geral de uma ideia ou pensamento, será indiscutivelmente mais fácil pensar nos tópicos que deles fazem parte. 

– Escreva suas ideias em um papel

Não subestime o poder da escrita! Como já vimos até aqui, o fluxo do pensamento pode ser veloz e desconexo. No entanto, ao escrever ideias e pensamentos em um papel (ou no computador, por que não?), desaceleramos esse fluxo, essa sobreposição de imagens mentais. 

A partir disso – do que foi escrito –, deve-se começar a estabelecer prioridades, a descartar aquilo que não é útil e a dar o destaque para o que realmente cumpre nossas expectativas, sendo realizável e planeável. 

Outra estratégia interessante e eficaz é pensar em figuras que ilustrem suas ideias, já que a força das imagens é enorme. Muitas vezes, atribuir imagens visuais (e não apenas verbais) a cada pensamento é muito mais eficiente para ordená-los e estruturá-los de uma forma positiva. 

– Crie um mapa mental

O mapa mental é uma importante ferramenta para a estruturação de raciocínio, aplicável nos mais diferentes contextos e situações. De modo geral, os três passos centrais para criar um mapa mental são:

  1. Estabeleça o tema central (pense no todo, como já dissemos anteriormente);
  2. Divida esse tal tema ou ideia central em outras menores, pensando nos detalhes de cada uma delas e definindo uma palavra-chave também para cada uma;
  3. Relacione entre si os tópicos definidos no passo anterior, criando uma narrativa que tenha algum tipo de progressão lógica (temporal ou não); 

O mapa mental pode ser utilizado em diferentes situações que demandam a organização de ideias e estruturação do pensamento, tais como em apresentações em público, reuniões de trabalho, discursos ou mesmo no planejamento e execução de algum projeto. 

 

Aprender a organizar o pensamento para potencializar suas ideias e, a partir disso, torná-las realidade é algo que todo profissional precisa aprender e colocar em prática constantemente. 

Para conhecer e praticar outras técnicas de organização de raciocínio, considere um treinamento em oratória! 

 

Nosso blog

Últimas postagens

Oratória em Diversos Contextos

A oratória é uma habilidade versátil e essencial em vários aspectos da vida, desde o ambiente profissional até eventos sociais e políticos. Cada contexto apresenta

Ler mais »

Técnicas de Retórica Clássica

A retórica clássica, desenvolvida na Grécia e Roma antigas, é a arte de usar a linguagem de maneira eficaz e persuasiva. Muitas das técnicas desenvolvidas

Ler mais »

Oratória para médicos

A oratória é uma habilidade crucial para médicos em diversas situações, tanto na prática clínica quanto em outros contextos profissionais. Aqui estão algumas situações em

Ler mais »