Dicas de oratória para ter um primeiro encontro bem-sucedido

Livia Bello

| CEO The Speaker

Muito prazer, meu nome é Lívia Bello, sou CEO e Fundadora da The Speaker, uma empresa que é referência em comunicação e oratória no Brasil.

Search

Últimos Posts

Comunicação Magnética

Comunicação magnética refere-se à habilidade de atrair e manter a atenção das pessoas de forma eficaz, fazendo com que se sintam engajadas e conectadas com

Ler mais »

Dicas de oratória para ter um primeiro encontro bem-sucedido

Olá, Speakers!

Quando eu digo que a oratória está presente em TODOS os momentos da nossa vida, não é nenhum exagero. Saber se comunicar com clareza é uma ferramenta valiosa e necessária no nosso dia a dia, dentro e fora do trabalho, escola ou universidade. 

Pensando nisso, para a nossa conversa de hoje, escolhi um tema bastante útil: como a oratória pode ajudar a termos primeiros encontros bem-sucedidos? 

Com todos os aplicativos e redes sociais disponíveis, as pessoas têm se preocupado muito em saber como se comportar na hora de trocar mensagens com os “crushs” e acabam deixando de investir nas conversas face a face. Se esse é o seu caso, confira as dicas de oratória que separei para você! 

Fale de assuntos interessantes (e que fujam dos clichês)!

Quando nos comunicamos com as pessoas através de mensagens nas redes sociais, encontrar um assunto para conversar não é uma tarefa difícil, já que a internet oferece infinitas opções para trocarmos ideias: seja mandando um link ou quebrando o gelo com um meme, por exemplo. 

Além disso, temos tempo para pensar o que falar, o que responder, sem a outra pessoa ver nossas reações e expressões faciais. 

Nos primeiros encontros, com todo o nervosismo que costuma aparecer, encontrar um tópico para a conversa pode ser complicado e, quando menos esperamos, aquele silêncio constrangedor já criou uma enorme barreira entre nós e o outro. 

Será que existe um assunto ideal para conversar? Os especialistas em comunicação interpessoal dizem que alguns assuntos são mais atrativos que outros e um dos melhores temas para um primeiro encontro é o tópico “viagens”. 

Falar sobre suas experiências visitando outros lugares é, segundo os especialistas, uma excelente ideia. Geralmente, as pessoas adoram ouvir sobre viagens e lugares diferentes e se sentem atraídas por aqueles que compartilham suas histórias. 

Como você fala é tão importante como o que você fala!

Você fez uma viagem incrível e já sabe que as pessoas tendem a gostar de conversas sobre viagens, mas, na hora de compartilhar sua história, o nervosismo acaba atrapalhando e seus gestos, expressões e voz parecem não trabalhar em harmonia… Se isso acontecer, a primeira impressão que o outro tem sobre você pode ser prejudicada. 

Por isso, na hora de conversar com as pessoas, especialmente num primeiro encontro, dê atenção para a sua linguagem não verbal: sorria, faça contato visual e gesticule! Quando você faz isso, transmite uma boa imagem de si mesmo, o que é fundamental nos primeiros encontros, certo?

Outro quesito importante é se ater à sua postura, afinal, uma boa postura demonstra interesse e confiança, além de gerar empatia. Às vezes, temos tendência a manter uma postura curvada e os braços cruzados. Tente evitar isso, demonstrando, através do seu corpo e de seus movimentos, que você quer criar um laço com a outra pessoa e que se interessa pelo que ela tem a dizer. 

O silêncio é de ouro?

As pessoas tendem a subestimar o silêncio, especialmente hoje, tempos em que, às vezes, nos sentimos brigados a dar nossa opinião sobre tudo. Na verdade, o uso do silêncio é outra técnica da oratória que pode ser uma grande aliada nos primeiros encontros. 

Se você já se encontrou com alguém que simplesmente falava sem parar, sabe que essa situação é muito incômoda e até mesmo constrangedora, não é? Não tenha medo de usar o silêncio e dar tempo para que o outro fale. Além disso, ao inserir pausas nas suas histórias, você consegue driblar o próprio nervosismo e faz com que a conversa flua mais naturalmente. 

Os grandes comunicadores da história costumam usar pausas durante os seus discursos. Então por que não aplicar essa técnica no seu encontro? 

Saiba ouvir! 

Às vezes, estamos tão preocupados com o que falar ou qual assunto escolher para quebrar o gelo em uma conversa, que esquecemos uma “regra” básica da comunicação: escutar o que o outro tem a dizer. 

Quando escutamos – verdadeiramente – o que a outra pessoa nos diz, temos a oportunidade de ouvir boas histórias, aprender coisas novas e, claro, conhecer os gostos e opiniões do outro. 

Nos primeiros encontros, a grande intenção é, justamente, conhecer uma pessoa, identificar gostos em comum e ver se existe ou não uma afinidade em vocês. Por isso, se você passar a noite toda falando e falando, perderá a oportunidade de trocar ideias (além de, claro, passar uma má primeira impressão). 

Evite ser o “sabichão” ou “sabichona”! 

Assim como a oratória é uma aliada em praticamente todas as situações do nosso cotidiano, uma boa dose de humildade também é. 

É fundamental entrar em cada conversa assumindo que temos algo novo a aprender, inclusive nos primeiros encontros com alguém. Quando partimos da ideia de que já sabemos tudo (ou que sabemos mais do que aquele com quem estamos conversando), perdemos a chance de ouvir algo interessante. 

Uma tendência que também merece ser evitada nos primeiros encontros (e em qualquer conversa) é o abuso do “eu”. Você já reparou que existem pessoas que têm a necessidade de comparar experiências? Quando conversamos com alguém assim, a conversa sempre termina sendo sobre esse alguém.  

Se você compartilhou um problema, essa outra pessoa diz que tem um problema maior. Se você falou sobre uma novidade, a tal pessoa já conhece (e conhece melhor). Quando fala sobre uma viagem, o outro conta que já esteve lá… Essas situações são bem irritantes, não é? Então evite fazer isso nos seus primeiros encontros (e na vida!). 

Os encontros são momentos de compartilhar experiências – e não de compará-las a todo custo. Lembre-se disso, ok? 

Com esses cuidados e técnicas da oratória, seus encontros serão mais proveitosos e interessantes. Se você quer saber mais sobre esse assunto, confira a nossa conversa sobre oratória e vida amorosa!  

Não tenha dúvida, Speaker: a (boa) comunicação é indispensável para nos realizarmos, seja profissionalmente ou na vida pessoal. Aposte nisso! 

Nosso blog

Últimas postagens

Comunicação Magnética

Comunicação magnética refere-se à habilidade de atrair e manter a atenção das pessoas de forma eficaz, fazendo com que se sintam engajadas e conectadas com

Ler mais »

Oratória em Diversos Contextos

A oratória é uma habilidade versátil e essencial em vários aspectos da vida, desde o ambiente profissional até eventos sociais e políticos. Cada contexto apresenta

Ler mais »